sexta-feira, 25 de junho de 2010

Mais uma vez, Portugal



Apitos mais ou menos dourados, agentes mais ou menos sérios, árbitros mais ou menos íntegros, seleccionadores mais ou menos competentes, jogadores mais ou menos carismáticos, tudo desaparece naquele instante mágico em que a bola entra na baliza adversária. Os braços levantam-se, o corpo ergue-se num impulso eléctrico, a alegria é imensa e contagiante. É GOOOOOOOOOOOOLO!

Confesso que até queria que Portugal fosse eliminado para o Queirós ser despedido e podermos recomeçar o caminho com outro seleccionador, mas depois veio o jogo da passada segunda-feira, e mais uma vez gritámos Golo, e outra, e outra, e outra...

E pronto, aqui estou eu a torcer outra vez, na esperança de ver a força que ninguém pode parar, e a fome que ninguém pode matar.

Força Portugal!

Sem comentários:

Enviar um comentário