terça-feira, 19 de julho de 2011

Espíritos (pouco) livres

A Universidade Católica emitiu uma "orientação"  relativa ao código de vestuário dentro da instituição para professores, alunos e funcionários. O documento emitido pela Universidade apela ao uso de roupas adequadas à vida académica, permitindo que esta decorra "com a dignidade indispensável a uma universidade e a uma instituição da Igreja".

Como é habitual nestas questões, a medida levantou polémica e os protestos fizeram-se ouvir. E o reitor da Universidade Católica Portuguesa esclarece:


A questão - explica Manuel Braga da Cruz - foi colocada ao Conselho Académico há já algum tempo por várias pessoas e o que a universidade fez foi emitir uma recomendação. "O que se pede às pessoas é que venham para a universidade vestidas da forma mais adequada e não como se fossem para um local de diversão", (...) "Não me parece que a forma mais adequada para quem se dirige à universidade seja de chanatos ou com uma camisola do Benfica."


(Não fui eu que disse, atenção!)
                           
                               



6 comentários:

  1. Nada a opor. É uma instituição privada, tem direito a escolher os seus códigos de conduta e vestuário. Os clientes (alunos) têm direito a optar por outro fornecedor (universidade)...

    ResponderEliminar
  2. ... como a ZP várias vezes tem referido, no seu blog manda você, na Universidade Católica mandam os donos da UC ... os espíritos (pouco) livres são os mesmos ...

    tss tsss
    LT

    ResponderEliminar
  3. Não perdes a ocasião de dar uma bicada!!!!!
    Que marota!!!

    ResponderEliminar
  4. Acho que de polémico não tem nada, já que cada um manda nas suas casas. O problema é quando aparecem alguns iluminados a criar regras baseadas em orientações religiosas ou filosóficas na casas de todos...

    ResponderEliminar
  5. LT, comparar o meu blogue com uma Universidade onde se formam gerações... não sei se estou à altura!

    De qualquer forma, e apesar de não ter manifestado a minha opinião (era uma provocação aos amigos encarnados), não me parece mal de todo. Não há propriamente uma regra, é apenas uma recomendação porque se trata de facto de um lugar de trabalho, e ainda por cima, de gestão privada.

    Mas aquilo que eu conheço também me diz que os alunos acabam por abandonar os hábitos mais desleixados à medida que a vida académica avança e a entrada no mundo profissional se aproxima, sem que haja regras escritas a condicioná-los.

    São inúmeros os casos de empresas que têm um "dress code" e quem quiser ingressar nelas tem de o aceitar.

    Como tudo na vida, basta apenas um pouco de bom senso...

    ResponderEliminar