sexta-feira, 6 de julho de 2012

O contra-ataque


O primeiro-ministro admitiu que a suspensão dos subsídios de férias e Natal possa ser alargada “a outros portugueses, que não sejam apenas funcionários públicos e pensionistas”.

Caso para dizer "ou há moralidade ou comem todos". A julgar pelos apupos e assobios que já se vão ouvindo, palpita-me que as próximas manifestações vão encher avenidas de gente a reclamar justamente pelos seus direitos. A partir de agora já não vão ser só os "preguiçosos dos funcionários públicos".

Sem comentários:

Enviar um comentário