segunda-feira, 10 de setembro de 2012

No fundo

Digamos que fiquei em estado pré-comatoso com as notícias do ano que se avizinha. Não sei como estão os outros nove milhões, novecentos e noventa e nove mil portugueses, mas eu não aguento mais.

21 anos de formação académica, 25 anos de trabalho, 3 filhos à minha responsabilidade. Estou esgotada e por mais que tente, não há luz absolutamente nenhuma ao fundo do túnel. Já se provou, de todas as formas possíveis, que este caminho não resulta. Estou a ficar sem paciência, sem forças, sem esperança. Já chega, é tempo de inverter a situação.

Investir, produzir, gerar capacidade de consumo. Crescer em vez de esmagar. Esse é o único caminho.

Aos nossos governantes, apenas um comentário: Já ninguém espera que vocês sejam honestos, dedicados e empenhados, mas tentem mostrar algum carácter. Fazem a porcaria e desaparecem do radar ou escrevem lamúrias no facebook... Tenham vergonha, pá!
 

Sem comentários:

Enviar um comentário