segunda-feira, 10 de abril de 2017

Da capacidade de adaptação

Facto 1:
Em 2017, várias bibliotecas públicas, instituições criadas com o propósito de disponibilizar o acesso à informação, ao conhecimento e à cultura, ainda não têm qualquer presença nas redes sociais. Nem site, nem página de facebook, muito menos twitter ou instagram. Na maior parte dos casos, isto acontece porque os órgãos executivos dos municípios - eleitos pelos munícipes em processo democrático - exigem controlar a informação que é divulgada e não autorizam a biblioteca a ser um canal de comunicação do município.

Facto 2:
Em 2017, os conventos da Ordem do Carmo têm um site e vários têm páginas no facebook (ver Beja: https://www.facebook.com/carmelodebeja) . Estamos a falar de uma instituição altamente hierarquizada e de normas rígidas, como é a Igreja Católica, e de casas de recolhimento, para onde as pessoas optam por ir para se retirarem do mundo exterior e se dedicarem à vida espiritual. No entanto, consideram pertinente e útil divulgar a sua mensagem e o trabalho que desenvolvem.

Tirem as vossas conclusões.

Sem comentários:

Enviar um comentário