Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2009

Feliz Ano Novo

Imagem
O que é que gostariam mesmo, mesmo, mesmo de ter, ou de fazer?

Têm a certeza?

Então, é isso que vos desejo para 2010. Sejam felizes. Um abraço.

25 anos

"Festejar a Vida, as Canções, o Fim e o Princípio, a Chuva - se for convidada - os Refrões, as Imagens de todos os Tempos, o Mar e a Multidão. Festejar a Festa."

É assim que os Delfins se vão despedir do seu público hoje, na "sua" Baía de Cascais, após 25 anos de canções.

A banda nascida em Cascais e liderada pelo carismático vocalista Miguel Ângelo alcançou durante os últimos vinte e cinco anos um lugar ímpar na música pop nacional.

Vi os Delfins ao vivo nos claustros da "minha" Universidade de Évora, em 1991. Foi extraordinário e não vou esquecer.


Mais do que a um país
que a uma família ou geração
Mais do que a uma passado
Que a uma história ou tradição
Tu pertences a ti
Não és de ninguém

Mais do que a um patrão
A uma rotina ou profissão
Mais do que a um partido
que a uma equipa ou religião
Tu pertences a ti
Não és de ninguém

Vive selvagem
E para ti serás alguém
Nesta viagem

Quando alguém nasce
Nasce selvagem
Não é de ninguém

Quando alguém nasce
Nasce …

Obrigada

Imagem
Voltem sempre!

Assembleia Municipal #4 - 29 Dez 2009

No período antes da Ordem do Dia, e na sequência das cheias que mais uma vez se verificaram na nossa região, especialmente na zona de Sobral da Adiça, a bancada da CDU apresentou uma proposta de moção exigindo à administração central a rápida intervenção em obra nos estrangulamentos que afectam a Ribeira da Perna Seca e que tantos danos têm causado à população daquela freguesia.

A bancada do PS pediu para discutir internamente o documento e após a introdução de um pedido de alteração de uma frase, a moção foi aprovada por unanimidade.

O Sr. João Gomes apresentou, em nome da bancada do PS, uma Proposta de Recomendação à Câmara Municipal para a criação de um fundo financeiro de apoio às vítimas das intempéries. A bancada da CDU, após discussão interna e na pessoa do Sr. João Ramos, apresentou uma contraproposta, em que era exigida à Administração Central a rápida intervenção no apoio às vítimas da intempérie na freguesia do Sobral da Adiça, a exemplo do que a Câmara Municipal, dentro da…

Referendar ou não referendar: Eis a questão

Na Avenida da Salúquia, 34 está em debate a questão dos referendos, designadamente os que já se realizaram, bem como o "tema quente" da temporada, que é o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Como já há algum tempo que andava para escrever alguma coisa sobre o tema, deixo aqui a cópia do comentário que enviei.

Já duas ou três vezes que começo aqui um comentário, e depois apago, a pensar: Zélia, não te metas em discussões.


Mas tenho mesmo de meter a colher. Vamos por partes:

1. Casamento entre pessoas do mesmo sexo:

Nem deve ser objecto de referendo, porque são pessoas com vidas próprias e que como tal, têm o direito a tomar as suas decisões. Não aceito que ninguém possa impor a sua vontade sobre a vida de outra pessoa que lhe é estranha, só porque sim, só porque lhe apetece discordar.

Meus amigos, não tenham medo, lá por ser permitido o casamento entre pessoas do mesmo sexo, vocês não vão ser obrigados a casar nessas circunstâncias! Mas não têm o direito de impedir que ou…

Soneto dos vencidos

Quando subi a serra, alguns troçaram,
Enquanto a multidão, em volta, ria...
E troças e risadas arranharam
Tudo o que em mim sentia e se doía.

Todos os mais, depois, me detestaram,
Por eu não ser igual à maioria.
E, fortes, contra um, cem abusaram,
Enquanto a multidão, em volta, ria…

Fartar, vilões, que estou cansado!
Eis-me – Ecce-Homo! – Nu, prostrado e atado.
Podeis lançar-me à cara os vossos lodos!

Mas eu, quanto mais sofro mais me prezo:
Só o meu orgulho iguala o meu desprezo...
E vingo-me em ter pena de vós todos.
José Régio

Tarte de Requeijão

Imagem
Tenho uma receita nova de tarte de requeijão, que experimentei ontem. É assim:

Metem-se no vosso carrinho, vão até Santo Amador e procuram pela Pastelaria Doces d'Aldeia. Fica no centro, ali coladinha à Praça. Tem Tarte de Requeijão e outros doces deliciosos, tradicionais e de fabrico diário. A proprietária, gerente e pasteleira é a minha amiga Helena Romana, que fez o favor de me dar a tal receita que experimentei ontem, sob promessa de não a divulgar...

Por incrível que pareça, esta Pastelaria também está aberta aos Sábados e Domingos, com bolos do dia, ideais para um belo lanche. Bom apetite e bom passeio.

Programação de Natal

O "Sózinho em casa" está a estrear pela 83ª vez numa das estações de tv portuguesas. Por sorte tenho uma grande família para conviver, e uma grande bateria de episódios do CSI, Monk, The Closer, Anatomia de Grey, Investigação Criminal, etc., para ver. Ainda ninguém explicou aos senhores directores de programação da RTP, SIC e TVI que as pessoas já estão cansadas de ver sempre o mesmo?

A sorte destas estações é que são gratuitas, e têm sempre clientes garantidos. Aplica-se aqui a mesma lógica de uma frase comum cá em Moura a respeito de alguns cafés: Se não estivessem na Praça, não se governavam.

Mais respeito pelos consumidores, por favor! Bom Natal.

Boas Festas!

Imagem
A todos os visitantes deste humilde blogue, os votos de Boas Festas. Que os próximos dias sejam de alegria, saúde e paz.

Zélia, Inês, Mariana e Pedro

Já nasceu o Zé Maria!

Às 13h30 de hoje, com 3670 kg. A mãe e o bebé estão óptimos.

Mais dias extraordinários

Imagem
No Sábado tive a oportunidade de participar no jantar de atribuição do galardão Mourense do Ano ao Sr. João da Mouca, um homem fundamental para a criação da Biblioteca Municipal, do Arquivo Histórico e do Museu Municipal de Moura.

Domingo foi dia do almoço de Natal dos funcionários da Biblioteca Municipal de Moura, no Restaurante A Chaminé. À tarde, tive oportunidade de assistir ao excelente Concerto de Natal da SFUM Os Amarelos na Igreja de S. João Baptista. Apesar de "Leoa" dos quatro costados, tenho vários amigos n´Os Amarelos e foi um grande prazer ouvi-los.

Hoje, a partir das 16h00, terá lugar a Festa de Natal dos filhos dos funcionários da Câmara de Moura, e à noite, a Associação Cultural e Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Moura realizará o seu Jantar de Natal, no salão recentemente inaugurado da Associação de Mulheres do Concelho de Moura.

Mas estes dias são ainda mais especiais porque as minhas duas famílias vão aumentar: A minha irmã Patrícia está já …

"Acordo" de Copenhaga

Imagem
O acordo, hoje apresentado aos 193 países membros da Convenção sobre o Clima da ONU, é um documento de apenas três páginas que fixa como objectivo limitar o aquecimento planetário a dois graus em relação aos níveis pré-industriais.

Prevê também um montante de 30 mil milhões de dólares a curto prazo (para 2010, 2011 e 2012), depois um aumento até 100 mil milhões de dólares até 2020, destinado aos países mais vulneráveis para os ajudar a adaptar-se aos impactos do desregulamento climático.

Este "acordo" difere bastante do esboço que circulava nos corredores desta cimeira e não refere o comprometimento dos países desenvolvidos com reduções de emissões de gases com efeito de estufa em pelo menos 80% até 2050. As metas de redução anunciadas para 2020 também não são vinculativas.

Vários países da América Latina e do Pacífico rejeitaram o novo acordo, considerando o documento minimalista, e discordam das metas apresentadas. Destacam-se aqui os pequenos países, constituídos por il…

Ensopado de borrego

Pegando no tema do post de baixo, aqui fica um prato tradicional do Alentejo:

1 peça de borrego (costumo utilizar perna ou mão) partida em bocados
azeite
1 cebola grande
4 ou 5 dentes de alho
sal
pimenta preta
3 ou 4 cravinhos
louro
hortelã
batatas cortadas aos quartos

Na panela de pressão, faz-se um refogado com o azeite, o alho e a cebola. Deita-se a carne e deixa-se corar. Durante este tempo vão-se juntando os outros temperos: o sal, a pimenta preta, de preferência moída na altura, os cravinhos e as folhas de louro partidas em bocados.

Quando a carne estiver bem corada, juntam-se as batatas cortadas em quartos e a água suficiente para o ensopado. Antes de fechar a panela de pressão, deitam-se uns raminhos de hortelã (não é preciso muito).

Fecha-se a panela de pressão, e deixa-se cozer 10m a partir do momento em que começa a apitar.

Bom apetite.

Leitura com sabor

Imagem
A livraria Ao Sabor da Leitura vai apresentar amanhã, pelas 15h30, o livro Fialho : gastronomia alentejana, da autoria do nosso conterrâneo Alberto Franco.

Além do autor, o próprio Sr. Fialho, proprietário do famoso restaurante de Évora, estará presente nesta sessão organizada pelo André Ferreira, corajoso proprietário da Livraria.

O livro tem um prefácio de Henrique Granadeiro, em que é feito o enquadramento de Évora e do Fialho, na vivência do seu autor.  ”A história do Fialho, que agora é contada em letra de forma para testemunho de vindouros, é uma bela lição de coragem e um caso exemplar de visão estratégica.”

O livro está dividido em seis capítulos: O primeiro é dedicado ao progenitor e primeira descendência e com o título “Filho de Mariana Letrada”. É a história do princípio da geração que transformou e prestigiou o famoso restaurante. O segundo, “A Taberna de Manuel Fialho” para além do texto e em continuação cronológica do anterior, apresenta um conjunto de receitas de Petis…

Com suores frios na sola dos pés

Imagem
Foi como eu fiquei à 1h37 da madrugada de hoje. Não tive qualquer dúvida de que era um tremor de terra e fiquei paralisada, especialmente porque não tinha a mínima ideia do que deveria fazer caso o sismo fosse mais intenso ou tivesse durado mais tempo.



Entretanto, encontrei esta página, com informação e indicações compiladas pela TSF, sobre o que fazer em caso de sismo.

Poema do amigo aprendiz

Quero ser o teu amigo.
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Fernando Pessoa

Domingos na Biblioteca?

Imagem
A questão está na ordem do dia na Alemanha. Em Portugal seria certamente motivo para um debate "Prós e Contras": De um lado, a Lei do Trabalho e o direito ao merecido descanso por parte dos funcionários. Do outro, a possibilidade de pais e filhos aproveitarem o fim-de-semana para visitarem a Biblioteca, juntos.

A polémica gira (ainda) neste momento à volta das bibliotecas de grandes aglomerados populacionais. Em Portugal, muitas bibliotecas têm tentado inverter a lógica do horário "das 9 às 5", abrindo as suas portas em horários que não coincidem com o período de trabalho/aulas dos seus potenciais leitores.

Se resulta? Dificilmente. Por desconhecimento, ou porque a Biblioteca não tem capacidade de atracção suficiente, verificamos que, nos horários nocturnos, ou de fim-de-semana, a Biblioteca tem registos de utilização residuais, que dificilmente justificam o custo de abertura e funcionamento dos serviços. Os utilizadores têm hoje um nível de exigência que não se co…

Inês Gonçalves, fadista do Alentejo y dos Algarves

A minha amiga Inês Gonçalves arrecadou ontem mais um galardão na sua carreira, ao vencer a 9ª edição do Concurso de Fado Cidade de Portimão, realizado no grande Auditório Municipal do Teatro Tempo.

Agora queremos ver-te na Grande Noite do Fado e depois, sabe Deus até onde podes ir.

Muitos parabéns, mais uma vez. Um grande abraço para ti, amiga. Eu sabia que tu eras uma mulher de muita força e isto ainda só é o princípio de tudo o que podes conquistar.

Nota: Estou à espera de fotografias, não te descuides, Zé Francisco.

Uma aventura na Biblioteca - As fotografias

Imagem
A aventura aconteceu mesmo na noite do passado Sábado. Obrigada aos Escuteiros, gostámos muito de vos ter cá.

Obrigada Patrícia, Marta, Elsa e Ana. Mais uma vez disseram "Presente" e possibilitaram a realização desta actividade, organizando tudo com o maior cuidado e carinho. É fácil aceitar desafios quando sabemos que podemos sempre contar com uma equipa de trabalho profissional e dedicada.

Bem, o prometido é devido. Aqui estão as imagens, pelas objectivas da Patrícia Valério e da Marta Santos.




A chegada à Biblioteca




Visita guiada






Os jogos da noite






A hora do conto




A hora de dormir...


...e a hora de acordar


O pequeno-almoço

Ler, muito prazer

- Mãe, já acabei de ler o livro para Português.
- E que tal, gostaste?
- Sim, mas tive tanta pena de o acabar... Não há continuação?
A minha filha Mariana acaba de descobrir o verdadeiro e insubstituível prazer de ler.

Adenda:
E a propósito de leituras, encontrei estes dois vídeos em blogues amigos (destes que estão aqui à esquerda). São falados em castelhano, mas dá para perceber. Vejam:



Isto é muito interessante

Imagem
Sobretudo se pensarmos no papel preponderante que o Mediterrâneo assumiu durante séculos. Uma alteração geológica e...zás! Um deserto dá origem ao nascimento, crescimento, desenvolvimento e evolução de Civilizações absolutamente determinantes para a História da Humanidade. É, literalmente, a criação do mundo que conhecemos. Por enquanto é apenas um estudo, mas é uma teoria para acompanhar com muita atenção.

A maior inundação da história deu origem ao Mar Mediterrâneo moderno O período de seca do Mediterrâneo terminou bruscamente há 5,3 milhões de anos quando as águas vindas do Atlântico jorraram para o Mediterrâneo com um caudal que chegou a ser 1000 vezes superior ao Rio Amazonas, e que permitiu o enchimento da bacia mediterrânica em apenas dois anos.
Nos anos noventa os engenheiros responsável pela escavação do túnel que faria a ligação entre a Europa e a África depararam-se com um sulco de várias centenas de metros de profundidade preenchido por sedimentos não consolidados. Na altura,…

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Imagem
Artigo 1.º
(Liberdade, igualdade e fraternidade entre os homens)

Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.
Artigo 2.º
(Universalidade dos direitos do homem)
Todos os seres humanos podem invocar os direitos e as liberdades proclamados na presente Declaração, sem distinção alguma, nomeadamente de raça, de cor, de sexo, de língua, de religião, de opinião política ou outra, de origem nacional ou social, de fortuna, de nascimento ou de qualquer outra situação. Além disso, não será feita nenhuma distinção fundada no estatuto político, jurídico ou internacional do país ou do território da naturalidade da pessoa, seja esse país ou território independente, sob tutela, autónomo ou sujeito a alguma limitação de soberania.
Artigo 3.º
(Direito à vida, a liberdade e à segurança)
Todo o indivíduo tem direito a vida, a liberdade e a segurança pessoal.

Foi proclamada pela Assemb…

A mais bonita de todas as músicas de Rui Veloso

Tem de se aprender a gostar, mas é extraordinária.



Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras

Sempre que o vento te ralhe
E a chuva de maio te molhe
Sempre que o teu barco encalhe
E a vida passe e não te olhe

Porque sou o cavaleiro andante
Que o teu velho medo inventou
Podes vir chorar no meu peito
Pois sabes sempre onde estou

Sempre que a rádio diga
Que a américa roubou a lua
Ou que um louco te persiga
E te chame nomes na rua

Porque sou o que chega e conta
Mentiras que te fazem feliz
E tu vibras com histórias
De viagens que eu nunca fiz

Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre ao teu lado
No meu cavalo de pau

Associação Cultural e Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Moura

Imagem
Realiza-se hoje, às 17h30, na sala de reuniões do Departamento Técnico da Câmara, a Assembleia Eleitoral para a eleição dos órgãos sociais da ACSTCMM para os próximos dois anos.

Apenas uma lista se apresentou ao acto eleitoral, tendo sido designada por lista A, com seguinte composição:

Assembleia-Geral


Presidente          - Vania Susete dos Santos Marujo
1º Secretário      - Patrícia Alexandra Dimas Valério
2º Secretário      - Patrícia Isabel Charraz Parreira Miguel Gorrão
Suplentes           - Odete Fialho; Dora Serrado

Direcção

Presidente          - Vítor Manuel Combadão Ramalho
Vice-Presidente - Ana Maria Charrama Farinho
Secretária          - Maria Leonor Roque Brito de Carvalho Pelica
Tesoureira         - Vanda Maria Clérigo Fialho
Vogal                - Zélia Maria Charraz Parreira
Vogal                - José Francisco Rodrigues Finha
Vogal                - Marta Isabel Candeias Santos
Suplentes          - Fátima Linhas Roxas; Maria de Jesus Mendes

Conselho Fiscal

President…

Já passaram dez anos...

Tenho razão de sentir saudade
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu,
enlouquecendo nossas horas.

Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste.
Carlos Drummond de Andrade , A um ausente

O tempo não apagou o vazio, não alargo…

Uma aventura na Biblioteca

Imagem
Cerca de 15 Lobitos do Agrupamento nº 314 do Corpo Nacional de Escutas de Moura vão passar a noite de Sábado (12 de Dezembro) para Domingo na Biblioteca Municipal de Moura.

Esta iniciativa, que se insere nas actividades de campo daquele Agrupamento, veio de encontro à nossa política de abertura à comunidade, com o objectivo de afirmar a Biblioteca como um espaço vivo e dinâmico ao serviço da População.

Esta noite poderá constituir uma experiência piloto para nós, uma vez que já por diversas vezes havíamos abordado esta hipótese, na comemoração do Dia Mundial do Livro, ou no aniversário da Biblioteca. Por isso, caso corra bem, é provável que se realizem outras edições desta Aventura, abertas aos nossos leitores.

Para já, e especialmente para os Lobitos do Agrupamento 314, a nossa equipa está a preparar algumas actividades para o serão, nomeadamente jogos de pesquisa e claro, uma Hora do Conto especial. Prometo  que depois coloco aqui algumas fotografias.

Hoje

Imagem
Programa da VIII Feira da Vinha e do Vinho

Dia 5 (Sábado)
09.00 H - TT Rota dos Vinhos de Amareleja 2009 – concentração no “Largo do Regato”
20.00 H - Sessão de Inauguração da Feira
21.00 H - Actuação dos Grupos: Coral Masculino da Casa do Povo de Amareleja e Coral Feminino “Espigas Douradas”
22.30 H - Actuação da “Tuna Sabes” da Escola Superior de Educação de Lisboa

Dia 6 (Domingo)
9.00 H - Actuação do grupo de música tradicional Portuguesa “Cantes do meu Cante”
21.00 H - Actuação do grupo espanhol “Sones Romeros” de Ensinasola (Huelva)
22.30 H - Actuação do grupo “Quarteto Eléctrico”

Dia 7 (Segunda-feira)
20.00 H - Actuação dos Grupo Coral da Sociedade Recreativa Amarelejense
21.00 H - Concerto de Acordeões

Dia 8 (Terça-feira)
18.00 H - Concerto pela Banda da Sociedade Filarmónica União Musical Amarelejense

Horário da Feira:
Sábado: 20.00 – 24.00 Horas
Domingo e Segunda-Feira: 11.00 – 24.00 Horas
Terça-feira: 11.00 – 20.00 Horas

Porque está na ordem do dia...

Robalo à moda da minha mãe

2 robalos  frescos
3 cebolas
1 ramo de salsa
1 dente de alho
1 lata pequena de tomate picado
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de banha
vinagre, sal e colorau q.b.
batatas cortadas em quartos

Escame, amanhe e lave o peixe.
Forre o fundo de uma assadeira com cebolas às rodelas, alho, o tomate picado, a salsa e coloque o robalo, dispondo as batatas à volta.
Tempere com um pouco de vinagre, sal, colorau, banha e azeite. Podes juntar um pouco (pouco!) de água para ajudar a cozer as batatas
Asse em forno médio até ficar alourado.

Ainda a nossa (i)literacia

Somente um em cada cinco portugueses possui nível médio de literacia. O que causa prejuízos directos no potencial de desenvolvimento do país. As conclusões constam de um estudo apresentado na Gulbenkian.
Segundo o relatório realizado pela Data Angel, a pedido dos coordenadores do Plano Nacional de Leitura (PNL) e apresentado ontem na Gulbenkian, apenas um em cada cinco portugueses possui o nível médio de literacia. Na Suécia, a correspondência é de quatro em cada cinco suecos. Literacia é a capacidade de ler e compreender o que se lê para resolver problemas concretos. Esta aptidão em Portugal, refere o relatório, é muito baixa. "Portugal apresenta os níveis mais baixos de competências de literacia de entre todos os países observados", referiu o coordenador do projecto, Scott Murray.
Aqui.

Assembleia Municipal #3 - 02 Dez 09

A Ordem de Trabalhos de ontem compreendia apenas dois pontos, que já "transitavam" da sessão anterior:

1. Proposta de contratação de empréstimo para obras comparticipadas por fundos comunitários;
2. Proposta de contratação de empréstimo para investimentos.
Por proposta do Sr. António Ventinhas (PS) e com o acordo da mesa, foram discutidos conjuntamente os dois pontos na generalidade.

O Sr. Ventinhas apresentou uma extensa lista de críticas de ordem formal ao documento apresentado para apreciação, ao que o Sr. Presidente da Câmara respondeu considerar que a Assembleia tinha em seu poder todas as informações necessárias para o acto em questão, uma vez que estava em causa a aprovação da contratação de empréstimos e não a qualidade, oportunidade ou prioridade das obras incluídas na lista de investimentos a financiar e que, na devida altura, seriam apreciados.

O Sr. João Dinis (PS) manifestou a sua satisfação pela inclusão da intervenção na Ribeira da Perna Seca no conjunto das obra…

Os poderes só receiam uma coisa: a opinião dos homens livres

Aquilo que transmite informação faz homens e mulheres livres. E uma das lacunas de Portugal - por falta de hábito, de experiência, de cultura - é não ter cidadãos livres, informados, capazes de participarem de modo independente na vida pública.
(...) décadas de abertura com a emigração, a televisão, o turismo e, depois do 25 de Abril, as liberdades, as viagens, a integração europeia, a adesão, a liberdade do comércio. Os portugueses ficaram a conhecer o que há de melhor no mundo e portanto a ambicionar o que há de melhor no mundo. As pessoas querem ter o sistema médico sueco, o escolar dos noruegueses, as estradas dos alemães, os automóveis dos ingleses. Ambicionar uma coisa medíocre é em si mesmo um sinal de mediocridade. Os portugueses querem o máximo, simplesmente não são capazes de fazer o máximo: não têm organização, nem capital, nem empresas, nem experiência, nem treino.(...) já estamos atrasados há 250 anos, porque perdemos 15 ou 20 anos com a guerra colonial, com uma ditadura q…

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Celebra-se amanhã, dia 3 de Dezembro. A Câmara Municipal de Moura, à semelhança do que vem acontecendo nos últimos anos, vai renovar os Protocolos com a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Moura para a inclusão na vida activa de utentes daquela instituição.

Na Biblioteca temos o privilégio de apoiar a integração profissional do David Infante e mais recentemente, da Telma Almeida. A Câmara tem ainda integrados nas suas equipas os jovens Inácio (Apoio aos Transportes), Roberto Carlos (Carpintaria), Luís (Piscinas) e Ana (Ludoteca). A Junta de Freguesia de S. João Baptista também acolhe na sua equipa a Cristina Fialho.

Enquanto "Tutora", posso dizer que esta tem sido uma experiência sobretudo reconfortante. É muito bom saber que podemos contribuir de alguma forma para que outras pessoas possam ter uma vida digna, que possam sentir que são úteis à sociedade, que têm um papel a desempenhar.

A assinatura do Protocolo é pública e realiza-se amanhã…

Reconhecimento devido

Imagem
A minha amiga Inês Gonçalves venceu ontem a Grande Noite do Fado do Algarve, que se realizou em Faro. Este prémio é mais do que merecido e revela bem a qualidade da voz e a sabedoria na interpretação da Inês.

Muitos, muitos parabéns!

Adenda: O Zé Francisco, babado de orgulho, fez o favor de me enviar umas imagens da noite, que partilho aqui: