Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2011

Feliz 2012

Imagem

O que é um homem de palavra?

Primeiro disse que, apesar da mudança de governo, não tinha mudado de opinião e apontou "falha na «equidade fiscal» ao taxar «grupo específico», referindo-se à redução dos subsídios da Função Pública e pensionistas".

Depois, "disse que se devia ter em conta o limite que se pode exigir ao cidadão comum" e que era relativamente a esses "que nós temos que pensar como, neste tempo de dificuldades, assegurar uma vida digna".

E agora...

Cavaco promulgou Orçamento do Estado para 2012
É suposto agradecermos?

E para 2012, alegria!

Imagem

Ex-DGLB

Antes do fim do ano, como convém, a casa já está toda arrumadinha em tons de laranja com umas mesclas amarelas. Só uma pergunta: Os 119 novos directores-gerais, subdirectores e outros que tais, (referentes apenas aos 3 diplomas publicados ontem) ainda tomam posse este ano ou só depois de amanhã?

Fica aqui a parte que me interessa mais directamente.


Decreto-Lei n.º 126-A/2011 Artigo 27.º Direcção -Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas  1 — A Direcção -Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, abreviadamente designada por DGLAB, tem por missão assegurar a coordenação do sistema nacional de arquivos e a execução de uma política integrada do livro não escolar, das bibliotecas e da leitura.
2 — A DGLAB prossegue, designadamente, as seguintes atribuições:
a) Promover a leitura, em articulação com os sectores público e privado;
b) Elaborar e desenvolver programas e projectos que contribuam para a consolidação de uma economia sustentável do sector do livro;
c) Estimular a pesquisa …

Toca a votar!

Imagem

Baixas no Regimento: 01

A Directora-Geral do Orçamento, Maria Eugénia Pires, apresentou hoje a sua demissão em desacordo com o Governo. Sempre pensei que o primeiro fosse o Álvaro ou o Sr. Gaspar.. há mulheres com mais coragem.

200 000

Imagem
Não, não são mais uns milhões de dívida que acabaram de sair de uma gaveta qualquer. É que ultrapassámos os duzentos mil visitantes e eu nem me apercebi... Então, parabéns para nós!


Esta é a Voz

Esta é a Voz.

Amanhã à tarde, vão ter de se reunir em frente à vossa televisão e sintonizar a RTP1. Como sou vossa amiga, vou dar-vos a oportunidade de conhecerem a Inês Gonçalves, que tem a possibilidade de ser a primeira finalista apurada para o Grande Prémio Nacional do Fado.

Após a actuação da Inês, deverão dirigir-se ao telefone colocado na vossa casa e marcar o número que vos for indicado para votarem. Atenção, que desta vez o voto não é para expulsar, é um voto pela positiva.

Vejam a emissão com atenção, podem ser surpreendidos. Caso cumpram a missão com sucesso, um enorme Obrigado será depositado na vossa conta.

É tudo por agora.

Top 5 de 2011

Imagem
O melhor de 2011 é vê-lo chegar ao fim. Um ano à beira do abismo que termina vencido. Quilómetros de medo e de angústia que ficaram para trás.



Esta tornou-se a pouco e pouco a banda sonora da minha família. E a minha família é, definitivamente, o melhor de 2011.





Ainda o anúncio da coca-cola

Estou estupefacta com as reacções de indignação e revolta que se espalham pelas redes sociais contra a hipocrisia da Coca-cola, que insiste em ver aspectos positivos no meio da desgraça.

Há hipocrisia em reconhecer o bom trabalho de quem o faz? A única hipocrisia que vejo é o facto de as mesmas gargantas que agora gritam de indignação consumirem tanta coca-cola (eu sou testemunha em muitos casos). Eu gosto do anúncio, gosto muito, até porque é um bom trabalho publicitário e nunca bebi uma gota daquela mistela com mau aspecto. Mesmo com 3 filhos adolescentes, nunca há coca-cola lá em casa. Não há mesmo e isso não tem qualquer importância, simplesmente não os habituei a isso. Só bebem coca-cola fora de casa, é uma daquelas regras tácitas que não estão sujeitas a discussão. Aquilo é uma coisa com um aspecto... de água suja mesmo. Se pensarem bem, até a cerveja e o vinho, que são proibidos por lei a menores de 16 anos, têm muitas qualidades comprovadas por vários estudos científicos. Já a…

Top 5 de 2011

Imagem
Regressar à Universidade de Évora é provavelmente uma das melhores coisas que fiz por mim nos últimos anos, mesmo considerando que a aventura em que me meti pode ser "areia a mais para a minha camioneta".

Top 5 de 2011

Imagem
Seja em que circunstâncias for, Londres estará sempre entre as minhas preferências. Agora, num ano em que o fantasminha Gaspar dificultou tanto as hipóteses de lá voltar em breve, ganha as cores da saudade.





Pensar positivo

Imagem
Apesar de ser intolerante à Coca-Cola, fiquei rendida. Vamos manter este espírito durante todo o ano, pode ser?



Keep the spirit all through the year

Top 5 de 2011

Imagem
São fotografias de lugares e representam os dias extraordinários em que nos evadimos e conhecemos novos mundos, na companhia dos amigos e da família. Dias felizes.




Maiorca, Granada, Málaga...

... e Lisboa

Intelligent Europe

Creative Europe (Europa Criativa) é o novo programa de financiamento apresentado pela União Europeia (UE) e que vê na cultura, neste momento de recessão económica generalizada, um importante motor para o desenvolvimento de cada país. Entre 2014 e 2020, a UE vai disponibilizar 1,8 mil milhões de eurosOs 27 governos europeus ainda vão ter de dizer Sim a esta proposta, mas para já é um sinal optimista. 
Curiosamente, ainda há pouco recebi um cumprimento de boas festas "com os votos de que a Cultura sobreviva à fúria assassina dos nossos incultos governantes". Será?

Top 5 de 2011

Imagem
Foi um ano difícil. Na verdade, não consigo enumerar mais do que 5 coisas verdadeiramente boas. Uma delas, já aqui o disse, foi o caminho que percorri através deste blogue e que me fez chegar a outras vozes, a outras pessoas.
É inacreditável a quantidade de oportunidades que esta janela nos traz, e não precisam de ser oportunidades lucrativas ou de progressão em qualquer domínio. É simplesmente a possibilidade de conhecer outros com quem nunca teria hipótese de me cruzar ao longo da vida.
Alguns desses “outros” passaram a ter rosto e a ser presenças concretas, pessoas que partilharam comigo momentos muito difíceis que este ano insistiu em trazer. Outros são, para já, afinidades encontradas nas palavras, nas ideias e nos sentimentos que partilhamos, são caminho para andar. E acreditem, sentir que lá fora, nem sem bem onde, há pessoas com as quais posso estabelecer laços, pessoas que compreendem o que digo e sinto sem preconceitos, sem julgamentos ideológicos, é muito bom.
A nenhum d…

Oh senhores...

Imagem

Festas felizes!

Imagem

AR-te

Imagem

Assembleia Municipal de Moura, 16-12-2011

A sessão iniciou-se com a apreciação da acta de 30-09-2011, que foi aprovada após correcções sugeridas pelo Sr.  António Ventinhas (PS) e pelo Sr. João Dinis (PS, JF Sobral da Adiça) por 25 votos a favor e 4 abstenções.

Período antes da ordem do dia


O Sr. António José Martins (CDU, JF Santo Amador) propôs à Assembleia uma tomada de posição contra a extinção das freguesias, a qual foi aprovada por unanimidade.

1.Fiscalização dos actos da Câmara

O Sr. João Ramos (CDU) salientou a importância do Turismo para o país e também para o concelho, nomeadamente no que diz respeito à importância assumida pelas termas. Uma vez que na  informação apresentada à Assembleia Municipal sobre a actividade da Câmara Municipal foi incluída a referência à adenda ao contrato de exploração das termas de Moura, pediu mais esclarecimentos sobre o assunto.

O Sr. António Ventinhas (PS) referiu uma resposta dada pelo Sr. Presidente da Câmara numa sessão da Assembleia Municipal relativa aos empréstimos excepcionados…

Como fazem no telejornal

A seguir, não perca o resumo da Assembleia Municipal de ontem à noite.

Impedida de existir

52 personalidades ligadas à cultura portuguesa apresentam hoje à tarde um "Manifesto em defesa da Cultura", numa tentativa de acordar consciências para o estrangulamento fatal que foi sentenciado pelos nossos governantes nesta área.

É certo e sabido que a ignorância conduz ao comodismo, conformismo e alienação. A preguiça de aprender, de conhecer, tem implicações directas e proporcionais na capacidade de evoluir, de escolher o nosso caminho, de tomar posição perante um problema.

O rumo actual é o de  “destruição e perversão do princípio de serviço público, estrangulamento financeiro, desmantelamento, redução e desqualificação de serviços, centralização e agregação burocrática de instituições e mercantilização”.

Sejamos corajosos e defendamos a existência de um Portugal livre, espontâneo, vivo. Não deixemos a nossa vida cultural ser reduzida mais uma vez ao futebol, ao fado e... aos reality shows.

Intervalo

Silêncio. Não vale a pena. Há algo que tu não compreendes. Um dia, com certeza, saberás. Ou então não, porque afinal era insignificante. Um mal-entendido, uma indisposição, uma falta de paciência. Bem sei, que culpa tens tu? Não resmungues, ignora. Não tem importância, de certeza. Não pode ter.
Talvez o problema esteja em ti. Incomodas. Trazes peso nos ombros e as pessoas não querem mais peso, percebes? Querem rir alegremente, dizer tolices, sentir a leveza da irresponsabilidade. E tu sempre com esses pesos. Incomodas, percebes?
Talvez o problema não esteja em ti. Isso é só um complexo que te persegue. Vive a vida, ri também despreocupadamente, diz tolices, que interessa se tens problemas para resolver? Ninguém vai resolvê-los por ti…
Mantém o teu rumo. Não é o conselho que dás sempre? Claridade, lembras-te? Precisas de claridade, tens de esperar que ela chegue e separe o trigo do joio. Procura o teu porto de abrigo e espera. Tem paciência.

Ricos, pobres e assim-assim

Imagem
Esta mania de ter sempre a televisão ligada enquanto estou em casa, também tem vantagens. Esta manhã na SIC Notícias, o jornalista Aurélio Faria destacou alguns websites muito interessantes. Por exemplo:

No site da BBC, está disponível uma ferramenta que descreve a rede de dívidas entre vários países. Fiquei a saber que cada português (incluindo os honestos, os que têm desviado dinheiro do BPN, das obras públicas  e de outras maravilhas só possíveis na história recente da democracia portuguesa, e até o meu recém-nascido "sobrinho" Diogo) deve 38 081 € ao estrangeiro.



Não desesperem, porque afinal ainda somos dos mais ricos do mundo. Aqui podem verificar a vossa posição no ranking das pessoas mais ricas (ou mais pobres) do mundo. Eu, tão pobre que ainda recebo abono de família dos meus filhos, estou afinal entre os 3,47 % mais ricos do planeta. Na verdade, só existem 208 399 999 pessoas mais ricas do que eu no mundo inteiro (o que deve incluir os tais senhores do BPN e associ…

"Imobiliária Escolar, Lda."

As escolas que eram propriedade do Estado e agora passaram a ser da Parque Escolar estão disponíveis para arrendamento. Auditórios, pavilhões desportivos, campos exteriores, ginásios, salas de aulas e bibliotecas estão agora ao alcance de qualquer pessoa.

Quer casar-se na sala de aula onde conquistou a sua namorada? A Parque Escolar aluga.
Quer fazer o copo-de-água ou quem sabe, baptizar o seu filho mais novo no refeitório da escola? A Parque Escolar aluga.
Quer apanhar uma bebedeira na sala de professores? A Parque Escolar aluga.
Quer que a sua filha seja protagonista num espectáculo no anfiteatro da escola? A Parque Escolar aluga.

Afinal, o slogan da Parque Escolar é "Somos a maior oferta de espaços do país!"

Só é pena aqueles tipos... como é que se chamam... Ah, pois! Os professores e os alunos, insistem em andar por ali a incomodar. É uma chatice!

Coragem e persistência

Bem-vindo, Diogo!

Imagem
Inês, Afonso, Mariana, Pedro, Joana, Lara, Guilherme, Mafalda, Letícia, Paulo, Rodrigo, Maria Inês, Zé Maria, Salvador, Miguel, e hoje o Diogo. Além dos meus filhos, são todos meus sobrinhos, porque são os filhos da família da Biblioteca que chegaram ao mundo desde que eu ali trabalho. Para Julho, teremos mais uma menina (digo eu...).

Hoje é o dia do Diogo. Três quilos de gente que vêm enriquecer a família da Célia e a nossa também. Muitos beijinhos à mãe e ao bebé e um abraço cheio de carinho para os irmãos, Guilherme e Salvador.

Hoje

Imagem

Mãe

Podia ter sido quase tudo, mas é só minha mãe. Podia ter sido professora, médica, advogada, mas se alguma vez chegou a ter uma profissão, foi apenas costureira. Podia ter sido uma chef conceituada, mas os seus pratos só alimentaram a sua família. Podia ter sido uma líder em qualquer domínio, mas contentou-se em ser a mulher do meu pai.
A minha mãe é a mulher que nasceu fora do seu tempo, ou fora do seu lugar. Outras circunstâncias, com mais liberdade e menos preconceito, num meio mais desenvolvido teriam destacado a sua inteligência e perspicácia e teriam feito dela uma mulher brilhante. Assim, foi sempre actriz secundária no filme da sua própria vida.
A minha mãe é uma mulher entristecida e eu compreendo-a, porque a vida foi injusta com ela. Cresceu à sombra dos humores da minha avó e depois dedicou toda a sua vida a ser a âncora da família, o colo onde podemos sempre voltar e a opinião em que podemos sempre confiar, sem nunca ter tempo nem oportunidade para ser ela própria.
Foi com ela…

Feira da vinha e do vinho

Imagem

Este país não é para gente séria

O espetáculo pirotécnico da passagem de ano 2011-2012 foi adjudicado ao segundo classificado no concurso público, à empresa Pyrotel, pelo valor de 845 625 euros. A proposta mais barata foi eliminada e pretende recorrer ao tribunal administrativo por considerar que houve "falta de imparcialidade do júri".


O valor do programa turístico será suportado quase integralmente pelo orçamento do próximo ano, já que 17 mil euros entram no orçamento de 2011, e o restante (837.523 euros) vai para 2012.


Deste modo, o orçamento regional de 2012, que ainda aguarda o ainda não proposto plano de ajustamento financeiro, terá de pagar uma fatura de mais de 3 milhões de euros pelas iluminações e pelo fogo-de-artifício do ano anterior. O orçamento da Madeira para 2011 previa uma verba de 5,75 milhões para a festa do fim do ano.  


O governo da região autónoma da Madeira terá procedido de igual modo no que diz respeito à iluminação natalícia: do custo total de 2,29 milhões, incluiu 114 mil euros no or…

Roubo descarado

No ano de 2010 dei formação profissional pela qual recebi o valor total de 2650 euros. Descontei cerca de 600 euros para o Ministério das Finanças e suportei do meu bolso as deslocações até ao Centro de Formação de Beja (aproximadamente 200 euros).

Hoje recebi uma carta da Segurança Social. Graças àquele rendimento extra como trabalhadora independente,  teria alegadamente que pagar uma contribuição mensal de 183 euros e picos, o que multiplicado por 12 meses, dá um valor de aproximadamente 2200 €.

Conclui-se portanto que perdi os meus dias de férias a dar formação, a que tenho de somar os dias e horas de preparação de materiais e que pelo esforço recebi 2650 euros, dos quais teria de entregar ao estado 3002 €.

Não é engano... É roubo mesmo. Para já, reclamei porque aparentemente, há uma ilegalidade no "pedido" da Segurança Social, mas não sei se não deveria apresentar queixa na Polícia.

Tcharaaannnn!

Imagem
Almoço de aniversário do Núcleo Sportinguista de Beja.



Dezembro

" o mês da da insanidade temporária, do desequilíbrio entre as palavras e os actos e da febre mercantilista."


Nuno Marçal, via Facebook

Bibliotecas, factos e argumentos

Imagem
Que a definição de bibliotecas seja redutora para a opinião pública generalizada, até compreendo e como tal, esforço-me para iluminar mentes todos os dias. Que uma repórter de um canal de televisão defina as bibliotecas actuais como o sítio onde se guardam livros, jornais e revistas para que estes estejam disponíveis para consulta, já é de lamentar. Há um mundo à nossa espera nas bibliotecas,só era preciso a RTP, ou outra estação qualquer, querer descobri-lo.

Também não percebi como é que temos 1018 bibliotecas públicas. Às cerca de 300 bibliotecas efectivamente públicas, a peça jornalística adiciona as cerca de 350 bibliotecas universitárias (não públicas) e 160 bibliotecas especializadas (umas mais públicas que outras). É impressão minha, ou há aqui uma diferença de 200?

Enfim, pelo menos lembraram-se de nós...