Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2014

Amanhã, dia 29, às 18h30, na BPE!

Imagem

Amanhã, às 18h30, na BPE!

Imagem
Apresentação do autor e do livro a cargo de Mário Rufino (jornalista do Público) e José Russo (actor).



"E assim nasce um excelente escritor.
“Mal Nascer” (Casa das Letras) confirma a capacidade de Carlos Campaniço (Safara; 1973) em criar personagens marcantes e ambientes envolventes. A possibilidade de “Os Demónios de Álvaro Cobra” ser um sucesso irrepetível é negada por “Mal Nascer”. Não há realismo mágico, nesta obra, mas existe o mesmo labor na escrita, igual complexidade psicológica das personagens, um ambiente sugestivo e um enredo capaz de seduzir o leitor.
Em tempos de contenda entre liberais e absolutistas, o Doutor Santiago Barcelos regressa à aldeia onde passou a sua dura infância. Vindo de Lisboa, o médico foge de ameaças de morte e da obsessão de uma mulher. Na aldeia, onde lhe semearam ódios, não há espaço para nada além da sobrevivência. O pouco de dignidade existente é património dos mais abastados, personificados por Albano Chagas, e da igreja. Os outros sofrem devi…

Simples

"Futebol: Terra a enlouquecer"  Opinião de um menino de 8 anos  (in Deus é amigo do homem-aranha, de Maria Inês Almeida, p.167)

Campeões! Outra vez!

Imagem
Desde já e antecipadamente peço desculpa pela ousadia de assumir a minha condição de sócia e adepta do Sporting Clube de Portugal a todos os não-sportinguistas, a todos os intelectuais que acham que quem é adepto de um clube é um ignorante alienado da realidade, a todos os que enchem os murais do facebook com frases feitas de autoria duvidosa mas que não aguentam ouvir falar de futebol (ou futsal ou outra modalidade), aos comentadores da RTP que ainda devem estar em choque a estas horas, etc.

Então, com as devidas licenças e na esperança de me safar à fúria habitual nalguns comentários, aqui fica a fotografia do meu Sporting, bi-campeão de futsal.

"E o Sporting é o nosso grande amor!"


E já agora, um recadinho aos adeptos do Fundão: Nós também temos pavilhões. O vosso, por exemplo, também é nosso, porque sendo municipal (e cedido pontualmente ao vosso clube), é pago com o dinheiro de todos os contribuintes. 

É a vida...

Imagem
Passei pelo sector dos livros naquele grande supermercado que instala uma horta no centro de Lisboa. O filho choramingava e a mãe dizia "Só um! Lês mais devagar, não precisas de ler isso tudo a correr".

A minha filha mais velha ainda me atirou com um olhar de atravessado, mas ganhou as mesmas. "Na Biblioteca são de graça e pode trazer cinco de cada vez".



Parabéns Inês!

Imagem
E vão 20!


Inauguração amanhã, às 19h30, em Moura

Imagem
Só para os mais distraídos, aqui fica a imagem deste edifício antes da intervenção:

Os polícias dos animais

Imagem
Quando chegou à nossa casa, o Stromp devia ter dois meses e pouco. Agora já tem 4 anos e meio. É meigo, dedicado e absolutamente chanfrado. Salta, corre, vai e vem, não consegue conter a alegria quando lhe abrimos a porta do quintal e o deixamos entrar em casa.

Depois acalma. Estende-se no chão "à frango de churrasco", com as patas todas abertas e estendidas. Ultimamente adoptou uma nova posição preferida: cruza as patas da frente, muito atento enquanto as de trás ficam completamente estendidas.

Uma amiga encontrou-o na rua e trouxe-o para a nossa casa, de onde já não saiu. A veterinária diz-nos que lhe parece ser Épagneul Bretão traçado, mas não deixa de ser um cão de rua, sem pedigree, fiel, brincalhão, alegre e irreverente.

Ontem, como desde há coisa de 3 anos, deixámo-lo sair sozinho. Dá a sua voltinha e vem ver se estamos no mesmo sítio. Confirmada a nossa presença, volta a sair e dá o seu passeio. Quando lhe apetece, volta para casa. Já se demorou mais do que o habitua…

Amanhã, na BPE!

Imagem

Oficina dos cadernos

Imagem
Convido todos os meus amigos e amigas a gostarem desta página e a adquirirem cadernos, agendas e outras preciosidades. As mãos que fazem estes trabalhos têm ajudado imenso no reacondicionamento de muitos documentos que a Biblioteca Pública de Évora tem à sua guarda. O mais incrível é que esta perfeição de trabalho é feita diariamente na BPE a título voluntário!

Há pessoas espectaculares e esta jovem é uma delas.