segunda-feira, 23 de abril de 2018

23 de Abril



Hoje é o dia do meu melhor amigo. Que não me levem a mal os meus amigos de carne e osso, mas foi nos livros que encontrei sempre o meu refúgio.

Foram eles que me apresentaram o mundo. Todos os sítios que visitei, já os conhecia das páginas de tantos livros. Em todos aqueles que ainda quero visitar espero reencontrar o que as páginas de outros tantos livros já me mostraram. E as pessoas que encontramos pelo caminho? Já as vimos e conhecemos nas histórias que lemos. Tornam-se fáceis de decifrar, de interpretar, de ler.

Haverá combinação mais insípida e simples que esta? Uns fios de tinta preta desenhados sobre umas folhas brancas. 26 letras repetidas, multiplicadas, combinadas, reposicionadas dão origem a milhões de textos, de sentimentos, de viagens, de aventuras, de experiências. Conhecimento, informação, lazer, prazer: eis o Livro.

São tantas as vezes que já me salvou da tristeza, da solidão, da incerteza, da amargura, da mágoa, da dor, que não imagino o que seria viver sem ele. Foi nele que encontrei o meu caminho, a minha realização profissional, a minha felicidade. Viva o Livro, vivam os livros!



Sem comentários:

Enviar um comentário

Sem noção

Isto das fake news está cada vez pior. Vejam bem que agora até dizem que as 3 primeiras figuras da Nação mais o presidente da CML foram...