Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2010

Santo Aleixo da Restauração

Imagem
Em 1957, a freguesia de Santo Aleixo agregou ao seu nome a expressão "da Restauração" em homenagem aos feitos dos habitantes desta terra, que consolidaram estratégias de defesa e heroicamente impediram os invasores castelhanos de avançarem pelo território português.

Aos acontecimentos que a 1 de Dezembro de 1640  se registaram em Lisboa, devolvendo a independência a Portugal, sucederam-se várias tentativas, por parte dos castelhanos, de invadir o nosso país. As terras fronteiriças eram as primeiras a sofrer o massacre. Santo Aleixo da Restauração, pela sua privilegiada localização raiana e como aldeia próspera, foi muitas vezes alvo dos ataques castelhanos, mas a garra e determinação do povo surpreendeu sempre os espanhóis, apesar de os portugueses estarem em menor número e em muitos casos serem apenas modestos agricultores.

É a essa garra e a essa determinação que Santo Aleixo da Restauração prestará a devida homenagem amanhã, a partir das 10h00, na Praça da Restauração.

«Cansa tanto viver! Se houvesse outro modo de vida!...»

Imagem
Fernando Pessoa (13 de Junho de 1888 - 30 de Novembro de 1935)

"Més que un club!"

Imagem
5 a 0! Gosto destes números. Não sei porquê... gosto.


Não há prémio para ninguém

Imagem
O Júri do Prémio Leya, constituído por diversas personalidades e presidido por Manuel Alegre, considerou não haver uma única obra, de entre as 325 apresentadas a concurso, que merecesse os 100 mil euros a atribuir.

Duas questões:
1. Nem uma menção honrosa, nada?
2. Como é que conseguiram ler as 325 obras, ainda por cima com o presidente do júri em campanha eleitoral?

O Plano Cantona

Imagem
Eric Cantona, famoso ex-futebolista, apela a todos os cidadãos europeus para que façam uma verdadeira revolução, atacando pela base o epicentro do sistema: os bancos. Cantona propõe que no dia 7 de Dezembro, os cidadãos levantem todo o dinheiro que têm depositado em instituições bancárias.

O problema é que apenas uma percentagem do dinheiro em circulação existe em papel. O resto consiste em crédito e dívida. Se todos levantarmos o nosso dinheiro, haverá um momento em que já não haverá moeda.

Poderá um ex-jogador de futebol fazer colapsar o sistema?

Sementes de cidadania

Imagem
O voluntariado no Banco Alimentar contra a Fome contou este ano com a colaboração de várias crianças no trabalho de distribuição e organização dos bens recolhidos. As crianças têm sido também uma presença constante nos pontos de recolha junto dos supermercados, na maior parte das vezes através dos grupos de escuteiros.

Não posso deixar de registar com agrado que uma organização desta dimensão e com o volume de trabalho que regista nestes dias, não só encare o contributo de crianças como valioso, em vez de optar pela facilidade de considerar que "só iriam atrapalhar", mas sobretudo que tenha a preocupação efectiva de, no meio de toda a azáfama, formar cidadãos mais solidários e participativos. A frase de Isabel Jonet é particularmente feliz:  "São sementes de cidadania que estamos a plantar".

Pela minha parte, enquanto cidadã, sou eu que agradeço. Obrigada.

!!!

Acabei de perceber que deixei o carregador do computador portátil esquecido no Centro de Formação em Santo André. Por isso, adeus, tenho que desligar.

Bom fim-de-semana

Só para esclarecimento, ainda pode haver dúvidas...

Proposta apresentada na Assembleia da República para financiamento de parte da intervenção na Ribeira da Perna Seca, em Sobral da Adiça.

"A proposta foi recusada com os votos contra do Partido Socialista, a abstenção do PSD e do CDS e os votos favoráveis das restantes bancadas."

Levantaram voo

Imagem

A verdade e a mentira

Cada vez fico mais convencida que a verdade é uma utopia. Numa dada situação com vários intervenientes, cada um terá a sua versão do que aconteceu e todos jurarão dizer a verdade. Melhor, acreditarão com todas as suas forças, que estão a dizer a verdade. E é verdade. A diferença está na perspectiva, na vivência de cada um, nas situações prévias que cada um já viveu.

A mentira é diferente. A mentira é mesmo mentira, por mais voltas que se dê, por mais que se embeleze a história, por mais atenuantes que se juntem, por muito boas que sejam as intenções. Uma mentira é uma mentira e o seu autor nunca passará de um mentiroso.

Balanço da Greve

Afinal, nem os três milhões dos sindicatos, nem os ridículos 20% do governo. O balanço feito por uma instituição externa (o Hapoel de Telavive) indica que seis milhões de portugueses paralisaram no dia de ontem.

Porque...

Compreendo a necessidade de encontrar soluções para a situação económica que o país atravessa, mas acredito que a solução está na produção e no crescimento e não em espremer os que pouco ou nada têm;Estou muito preocupada com o número crescente de desempregados e sobretudo, com a fome que essas famílias estão a passar;Estou consciente que um clima de fome e necessidade conduz a uma sociedade em que o crime se apresenta como a única saída para dar de comer a quem tem fome;Estou revoltada por ver o alargamento do fosso que separa os muito ricos dos muito pobres;Estou revoltada por ver que a primeira preocupação dos governos se prende com a estabilidade da banca, os lucros da banca, o crescimento da banca, e que essa estabilidade, esse crescimento e esses lucros são conseguidos à custa dos mais pobres, dos que mais precisam;Estou cansada de ver o meu país gastar rios de dinheiro com o folclore da formação absolutamente inútil só para que essas pessoas desapareçam da estatística dos desem…

Vida familiar (2)

Imagem
Efeito AXN + FOX + FOX Life + FOX Crime

- Meninos, vou tomar um duche rápido. Só comi uma sopa, não deve fazer mal.
- Está bem, mãe.
- Olha, mas se eu gritar ou me ouvires cair, chama o 911.
- Anh?


A caminho da Biblioteca

Para o aniversário do blogue 2711

Descia as escadas do colégio e ia a correr para casa. Uma fatia de pão com Tulicreme fazia a rotina daquele lanche, só interrompida quando a minha mãe fazia marmelada caseira, ou aquele doce de tomate com cheirinho a canela. “Adeus mãe, vou já!”


O caminho para a Biblioteca era fácil. Descia o que restava da Rua de Serpa e entrava na Rua que tem outro nome, mas que na minha vida ficará para sempre a chamar-se Rua da Jopal. Naquele tempo, aquelas duas ruas estreitinhas ainda tinham trânsito e eu tinha de seguir sempre em cima do magro passeio, e às vezes precisava mesmo de me deixar engolir pelos portados das casas e das lojas enquanto passavam os carros maiores.

Ao fundo, entrava na Praça e virava à direita. Ao longe já se viam os canhões que ainda hoje marcam a entrada da Biblioteca Municipal. Subia os degraus dois a dois, chegava à varanda, acenava à D. Dolores sempre no seu Posto de Turismo e entrava, enfim, na Biblioteca.

Fechem os olhos. Não sent…

Eu já subscrevi

Quando chegarem, até os podemos sortear, mas quem seria tão idiota para comprar as rifas?

Foram adquiridos pelo Governo cinco veículos blindados, propositadamente para a cimeira da NATO, no valor de 1,2 milhões de euros, fazendo parte de um conjunto de equipamentos novos que a PSP vai adquirir, num total de cinco milhões de euros.

Entretanto, a cimeira já se foi e os blindados ainda nem chegaram. Terão sido comprados através de algum serviço de televendas ou pela internet? É que ninguém sabe onde eles param.

2711

Para assinalar o seu segundo aniversário, o blogue 2711 está a publicar textos escritos pelos seus leitores habituais, entre os quais tiveram a bondade de me incluir. O meu texto será publicado hoje à tarde e depois republicado aqui. Mas no original tem outra pinta, por isso não deixem de visitar o 2711 hoje. E nos dias seguintes também.

Domingo à noite

Mesmo, mesmo a sério, o que me apetecia era hibernar. Fechar-me na minha concha e esperar até que este frio escuro e húmido do Inverno desapareça e o sol volte a preencher os meus dias. Desligar a televisão, o rádio, o telefone e a internet. Não ouvir falar do Sócrates nem dos socretinos, nem do Cavaco, nem de bolo-rei, nem de dívidas e juros, nem de greves e aumentos, nem de compras e sobretudo nem um único, por mais ínfimo que seja, som de protesto, nem uma única pergunta, nem um único pedido de orientação. Não quero estar disponível para prestar atenção, não quero ser capaz de resolver aquele problema, não quero saber a resposta àquela pergunta. Só quero a penumbra quentinha do meu ninho, a paz silenciosa dos meus livros, o conforto do meu egoísmo.

Uma música sobre amizade, porque hoje é 21 de Novembro e já vivemos cem mil anos.

Encosta-te a mim,

nós já vivemos cem mil anos.
Encosta-te a mim,
talvez eu esteja a exagerar.

Encosta-te a mim,
dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou,
deixa-me chegar.

Chegado da guerra,
fiz tudo p´ra sobreviver, em nome da terra,
no fundo p´ra te merecer
recebe-me bem,
não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói,
não quero adormecer.

Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo
o que não vivi, hei-de inventar contigo
sei que não sei
às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem,
encosta-te a mim.

Encosta-te a mim,
desatinamos tantas vezes.
Vizinha de mim,
deixa ser meu o teu quintal,
recebe esta pomba que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada, seja como foi.

Eu venho do nada
porque arrasei o que não quis
em nome da estrada, onde só quero ser feliz.
Enrosca-te a mim,
vai desarmar a flor queimada,
vai beijar o homem-bomba, quero adormecer.

Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo, e o que não vivi,
um dia hei-de inventar contigo
sei que não …

Me gusta leer

Quem os vê e quem os ouve...

Quem é que perde tempo com a ficção da TVI, quando há disto na vida real?

Bom fim-de-semana

Podes vir a qualquer hora

Cá estarei para te ouvir
O que tenho para fazer
Posso fazer a seguir

Podes vir quando quiseres
Já fui onde tinha de ir
Resolvi os compromissos
agora só te quero ouvir

Podes-me interromper
e contar a tua história
Do dia que aconteceu
A tua pequena glória
O teu pequeno troféu

Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo

Houve um tempo em que julguei
Que o valor do que fazia
Era tal que se eu parasse
o mundo à volta ruía

E tu vinhas e falavas
falavas e eu não ouvia
E depois já nem falavas
E eu já mal te conhecia

Agora em tudo o que faço
O tempo é tão relativo
Podes vir por um abraço
Podes vir sem ter motivo
Tens em mim o teu espaço

Todo o tempo do mundo
para ti tenho todo o tempo do mundo
Todo o tempo do mundo

Biblioteca Municipal de Moura no Facebook

Imagem
Para Gostar e participar activamente na vida da sua Biblioteca, clique aqui.

Sobre a cimeira da NATO

Não me apetece falar. Mas todos os jornais e televisões estão a debitar informação segundo a segundo. Eu, pelos vistos, sou do contra.

Ainda a Selecção

Desculpem lá, mas não tinha tido ainda vagar de comentar o brilharete que a selecção nacional, comandada por Paulo Bento, fez naquele jogo amigável.

Espero que todos os Sportinguistas que empurraram Paulo Bento para fora do Sporting tenham tido uma azia tão grande como a dos espanhóis, porque foi bem merecida. Nada tenho contra o Paulo Sérgio, como não tive contra o Carvalhal, mas foi asneira. Da grossa.

Quem me dera

Quem me dera que eu fosse o pó da estrada
E que os pés dos pobres me estivessem pisando...
Quem me dera que eu fosse os rios que correm
E que as lavadeiras estivessem à minha beira...
Quem me dera que eu fosse os choupos à margem do rio
E tivesse só o céu por cima e a água por baixo. . .
Quem me dera que eu fosse o burro do moleiro
E que ele me batesse e me estimasse...
Antes isso que ser o que atravessa a vida
Olhando para trás de si e tendo pena

Alberto Caeiro, in O Guardador de Rebanhos

Bibliotecas 2.0

Foi hoje, quero dizer, ontem, em Évora. Muito bom. Numa altura em que me sinto a afundar em águas paradas, respirar aquele ar de novo foi óptimo, embora tenha servido para, mais uma vez, demonstrar que preciso de mudar algumas coisas já, urgentemente.

Cultura a sul

Imagem

All the rest is by the way

Baby I see this world has made you sad
Some people can be bad
The things they do, the things they say
But baby I'll wipe away those bitter tears
I'll chase away those restless fears
That turn your blue skies into grey

Why worry, there should be laughter after pain
There should be sunshine after rain
These things have always been the same
So why worry now

Baby when I get down I turn to you
And you make sense of what I do
I know it isn't hard to say
But baby just when this world seems mean and cold
Our love comes shining red and gold
And all the rest is by the way

Why worry, there should be laughter after pain
There should be sunshine after rain
These things have always been the same
So why worry now

Nova petição contra a extinção da DGLB

Elaborada por um grupo de Bibliotecários. Para assinar aqui. Também vai ficar disponível na barra lateral.

Língua portuguesa

Imagem
O Observatório da Língua Portuguesa disponibiliza desde ontem um site online que reúne informação sobre a Língua de Camões e diversas ferramentas sobre a sua utilização, como por exemplo uma área para o esclarecimento de dúvidas e corrector ortográfico, e um interessante projecto de voluntariado para a leitura.

Para aceder ao site, basta clicar na imagem.

Desamigar. Gosto.

Hoje, nos Estados Unidos, assinala-se o primeiro Unfriend Day. Propõe-se que desamiguemos todos os emplastros e outros espécimes que nos caíram na página do Facebook e que se declaram nossos amigos. Se há por aí alguém com dúvidas sobre os "amigos" a desamigar, aqui fica uma estratégia sugerida pelo promotor da inciativa, o comediante e apresentador Jimmy Kimmel: Avise no seu Mural que vai mudar de casa no fim-de-semana e que precisa de ajuda. Os que aparecerem para ajudar, são seus amigos, os outros, são para apagar.

Que vergonha, que vergonha, que vergonha!

Um cidadão inglês viajou para Portugal e deslocou-se na região do Porto num carro alugado. Cumpridor, quis pagar a portagem na ex-SCUT onde passou. Mas foi impossível. É imprescindível ler a reportagem, para percebermos o que esta imensa balbúrdia está a fazer à imagem do país.

Sempre gostava de saber a que percentagem das receitas das ex-SCUT correspondem os custos das campanhas de promoção turística no exterior, incluindo aquela anedota do Allgarve.

Solidária com os pobres e maltratados quadros do Banco de Portugal

O Banco Central Europeu - cujo vice-presidente é Vítor Constâncio, ex-presidente do Banco de Portugal e seguramente escolhido pelos contributos brilhantes que a sua gestão deu à economia portuguesa - manifestou o seu mais veemente desacordo perante a decisão nacional de incluir os funcionários do Banco de Portugal nos cortes salariais decididos para toda a função pública.

Aparentemente, o facto de se sujeitar às regras que teoricamente se aplicam a todos os portugueses, prejudica a independência do Banco de Portugal e constitui uma ameaça ao grau de qualificação dos seus quadros.

Ora eu que sou bibliotecária, considero que estou abrangida pelas mesmas circunstâncias. Tal como o Banco de Portugal, as Bibliotecas são independentes e isentas*, conforme consignado no seu Manifesto. E tal como os funcionários daquele organismo, aos Bibliotecários é exigida elevada qualificação profissional (somos os únicos técnicos superiores a quem é exigida uma pós-graduação, mesmo para o nível mais baix…

Prós e contras

Imagem
Aquilo ontem foi no Mercado da Ribeira ou no Bolhão?

Trágico

Segundo o jornal Sol, os nossos Ministros e Secretários de Estado andam todos de costas voltadas e vive-se um ambiente de fim de ciclo em todos os gabinetes.

A tragédia não está aí, por mim até podem andar todos à batatada. A tragédia está nos subsídios de reintegração que vamos ter de lhes pagar quando voltarem aos seus antigos lugares e, sobretudo, na enorme montanha de porcaria que vamos ter de limpar durante os próximos anos.

Já agora, o inventário dos clips e das esferográficas estará actualizado?


Infância

Anda por aí uma mensagem no Facebook a pedir para substituirmos a nossa imagem pessoal por uma imagem de desenhos animados da nossa infância. Cumprido o desafio, o regresso aos meus primeiros anos fez-me lembrar daquela música que cantávamos sempre na escola primária. Esta, lembram-se?


Sustentar

Imagem
Sustentar é a designação adoptada para uma iniciativa que tem por tema central a sustentabilidade, nas suas diversas vertentes, lançada no Brasil.  Fruto da colaboração dos últimos anos e de vários contactos bilaterais entretanto estabelecidos, surgiu a possibilidade de realizar esta iniciativa em Moura, Portugal, como um passo importante no sentido do reforço dos laços de cooperação, centrando atenções numa área vital para a sustentabilidade, a energia.

A experiência de Moura neste domínio, através das concretizações já conseguidas e dos projectos em marcha, tal como a experiência de Santa Catarina na área das energias renováveis proporcionam o espaço ideal para que se possa promover um debate rico, assente em dados e projectos concretos a decorrer nos respectivos territórios, capaz de abrir caminhos de cooperação de interesse mútuo, no sentido da promoção do desenvolvimento que, para o ser efectivamente, terá de ser sustentável.

Para mais informações sobre a iniciativa e para proced…

Será sempre assim, na América?

Esta semana Lisboa estará "em estado de sítio" devido à cimeira da NATO. Estabelecimentos comerciais que vão ter de fechar portas, sem possibilidade de recusa, tolerância de ponto para os trabalhadores no concelho, e sabe-se agora que mais de 200 julgamentos vão ser adiados para não perturbar os nossos ilustres visitantes.

Não podemos simplesmente, interpôr uma providência cautelar?

Imagem
Soube-se hoje que, desde aquele pacote de emagrecimento obrigatório que o Primeiro-Ministro e o Ministro das Finanças nos serviram ao jantar há cerca de um mês e meio, e que incluía o congelamento absoluto das admissões na função pública, o governo já fez 270 nomeações.
A Sic Notícias, com base na notícia do DN, fez as contas: Foram nomeados todas as semanas para cargos no próprio Governo e na administração direcrta ou indirecta do Estado, 45 novos funcionários, o que dá 9 boys por dia, se considerarmos só os dias úteis. Desde inspecções e direcções-gerais, passando por institutos públicos, não há um único ministério que nestes últimos tempos não tenha feito pelo menos uma nomeação.

Nos primeiros anos de governação socretina eram nomeados em média, cerca de 100 funcionários por mês. Agora, a média quase duplicou (180 /mês).

Pelo regresso do cinema à RTP 2

"Chamar a atenção para a necessidade do regresso da programação regular de cinema à RTP2, sobretudo num contexto em que as obrigações legais do canal, enquanto fonte de programação de qualidade, de cariz formador” é um dos objectivos da petição subscrita por diversas personalidades públicas e disponível aqui.

Os peticionários consideram como “grave”  a situação actual  pela “falta de oferta de cinema na RTP” que espelha a falta generalizada de exibição cinematográfica nos restantes canais televisivos, bem como a desresponsabilização da televisão face ao que exibe”.

!?!?!?!?

21h43, relato do Académica - Sporting CP na Antena 1:
"Paulo Sérgio tem um anorak vestido, e Jorge Costa tem... tem um parka, muito bonito".

Desculpe?

E sobre a extinção da DGLB...

Quinze escritores dirigiram uma Carta Aberta à Ministra da Cultura, que já veio assegurar que a extinção deste organismo em nada prejudicará a sua missão e objectivos, nem provocará a "abdicação de programas de apoio ao livro e ao autor português, e não diminuirá os meios nem a acção dentro e fora do país".
Imagem
Os alunos da APPACDM de Moura convidam toda a comunidade a participar na "Marcha para a Diferença", inserida no aniversário da nossa Instituição, que se realizará no dia 15 de Novembro de 2010.

Este evento tem como objectivo sensibilizar a população para a problemática da deficiência, bem como solicitar o vosso contributo para que todos juntos possamos construir um novo lar residencial para pessoas portadoras de deficiência.

Para isso pedimos apenas 1€ no acto da inscrição - "é tão pouco e significa tanto".

Obrigado por caminharem connosco nesta causa.

Em 140 caracteres

Imagem
O Instituto Nacional de Propriedade Industrial pagou 20 mil euros ao ISCTE, pela criação de uma conta no Twitter, uma rede social gratuita.

Já fico mais descansada

Um estudo internacional recentemente realizado, no qual participaram portugueses, revelou que o cérebro dos humanos sofre profundas alterações quando aprendem a ler, e que isto se verifica tanto nas crianças como nos adultos iletrados que são alfabetizados tardiamente.

Segundo as investigações, o cérebro tem de se adaptar e modificar para acomodar a capacidade de leitura. Como tal, são "desalojadas" outras funções, de modo a criar o espaço necessário, de entre as quais se destaca a capacidade para reconhecer a cara de pesoas com quem já nos cruzámos. Fica assim explicado porque é que eu não consigo fixar caras, apesar de ocupar o meu cérebro inutilmente com matrículas de carros, números de telefone e datas de nascimento...

Não resisto a reproduzir aqui um parágrafo da notícia, porque acho as primeiras duas linhas simplesmente magníficas.

Quando se aprende a ler, é como se uma armada vitoriosa chegasse às costas desprevenidas do nosso cérebro. Muda-o para sempre, conquistando …

If I ever lose my faith in you

Quando o anonimato deixa de ser um direito

A Procuradoria-Geral da República criou um serviço online de denúncias de actos de corrupção e fraudes aberto a todos os cidadãos.

Se por um lado é de elogiar a facilidade no acesso aos mecanismos de justiça existentes que este género de serviço cria, outras questões se levantam:

- Como vai ser feito o seguimento destas denúncias? Estará a estrutura bem preparada para receber todas as queixas e desabafos que ali vão cair, em tempo útil?
- A possibilidade de efectuar uma denúncia anónima não é uma porta aberta para lançar de forma irremediável a suspeita sobre a vida do vizinho ou conhecido de quem simplesmente não se gosta? Como evitar o aparecimento de denúncias falsas e como vai ser minimizado o impacto que essas queixas terão na vida dos injustamente acusados?

Podem achar que estou a ser pessimista, mas depois de ter visto o que já vi em certas caixas de comentários de blogues, não auguro nada de bom. Quanto se ofende, se desrespeita, e se difama alguém o anonimato não é um direito…

Notícias de um país incrível - 2

A Groudforce Portugal supendeu as suas operações no Aeroporto de Faro e despediu colectivamente 336 trabalhadores. A maioria dos funcionários agora despedidos tinha mais de 10 e 20 anos de casa, mas nem isso lhe valeu a consideração da entidade patronal e souberam do despedimento pela comunicação social. Para que não restassem dúvidas, a empresa acabou por enviar um e-mail a todos, ontem às 16h00, confirmando o despedimento.

Entretanto, e enquanto a Portway, uma empresa igualmente de capitais públicos, não assume as funções até agora exercidas pela Groundforce, as operações de terra do Aeroporto de Faro estão a ser asseguradas por cinco funcionários enviados pela TAP.

Notícias aqui, aqui e aqui.

-------------
22 enfermeiros que exerciam funções em diversos centros de saúde do Algarve foram ontem informados por telefone da ilegalidade da sua situação profissional (estavam subcontratados por uma empresa de trabalho temporário), pelo que hoje já não poderiam comparecer ao seu local de trab…

E os juros da dívida portuguesa já estão a...

7,3 %

75 mil visitas

Imagem
E um sorriso enorme.

Pobre e inocente PS

A esta altura do campeonato, aquelas pérolas que o sr. Almeida Santos deita cá para fora já deviam ter deixado de me incomodar. A verdade, é que eu já devia estar imune ao desrespeito que ele tem pelos portugueses que lhe pagam a reforma, mas não. Continuo a ouvir, a ler e a ficar em pulgas.

Hoje, o senhor veio declarar que as medidas previstas no Orçamento do Estado para 2011 poderão levar o Governo a "perder o poder", além de perder "popularidade e votos".


Admitir a preocupação em "perder o poder" é reconhecer que esse - o poder - foi sempre o único objectivo e a única meta. Qual missão nobre de servir o país, qual plano de desenvolvimento para tornar Portugal melhor, qual ambição de realizar obra! O que está, o que sempre esteve em causa, é apenas o poder, só o poder e nada mais que o poder.

E agora, esta chatice das medidas de austeridade, são uma maçada, não porque impliquem "sofrimento para as pessoas", isso é o menos, mas porque os portu…

Poucos, mas bem guardados

Aparentemente, hoje era dia de manifestação de protesto dos estudantes do Ensino Secundário. Beja foi palco de uma marcha lenta entre as Escolas D. Manuel I e Diogo de Gouveia, mas desta vez não foi preciso convocar nenhum investigador norte-americano para fazer uma estimativa do número de manifestantes. Atrás da faixa amarela que encabeçava a manifestação vinham apenas 5 estudantes... e 10 agentes da PSP.

Ver para crer, aqui.

Alerta Vermelho Incandescente

Imagem
"Dentro de 20 anos o chocolate será como o caviar. Vai tornar-se tão raro e dispendioso que a maioria das pessoas terá dificuldade em adquiri-lo".


Poupem-me a reproduzir aqui os detalhes da notícia. Estou em agonia. Vou começar a armazenar já hoje e tenho de arranjar uma solução para me tornar rica no prazo de 10 anos.




Notícias de um país incrível

Até ao final do ano, 300 mil desempregados vão ser chamados a participar no programa Novas Oportunidades. Os que recusarem a formação vão perder o direito ao subsídio de desemprego.


E quando estiverem todos licenciados, já se pode dar atenção ao problema da criação de emprego e àquela questão insignificante da sobrevivência das famílias?

Ainda a DGLB

Está a decorrer a recolha de assinaturas para uma Petição contra a extinção da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, para a qual peço o vosso contibuto. Vai estar a partir de hoje na barra lateral e basta clicar no logótipo da DGLB para aceder ao formulário de recolha de assinaturas.

Obrigada.

Até ele vê o ridículo...

“O que não faz sentido é fazer um acordo e agora estar sempre em desacordo."
Pedro Santana Lopes, ontem à noite.

Correio rosa. É só mostrar o cartão, e já está.

Eram todos sócios numa empresa de produção de espectáculos, mas agora descobriram um negócio muito mais rentável. Um deles, puxou do seu cartão de militante e foi nomeado Secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas. Os outros dois são agora administradores de várias, leram bem, várias empresas públicas do Grupo CTT, nomeados pelo antigo sócio e amigo.

A empresa privada é que já foi extinta, claro. Com os impostos e as contribuições pela hora da morte, não dá para aguentar.

Piada triste de ocasião

Durante alguns dias, a equipa de júniores do Sporting está a viver uma experiência inédita no Centro de Tropas dos Comandos, na Serra da Carregueira. Assumindo o estatuto de militares, têm sido sujeitos a duras provas para desenvolverem o espírito guerreiro, o espírito de equipa e a capacidade de liderança.

Não podem enviar os séniores "profissionais" a seguir? E deixem-nos lá ficar umas semanas. De qualquer forma, não se vai sentir a falta.

Chico Buarque

Imagem
Não li o livro, não posso formular opinião. Mas depois de ter lido o que a este propósito  escreveu Francisco José Viegas, fico com muitas dúvidas relativamente à justiça na atribuição do Prémio PT de Literatura 2010 a Chico Buarque. Premiamos a obra ou o Homem?


Uma questão de participação

O jornalista e investigador norte-americano Steve Doig estima que apenas tenham participado na manifestação da função pública de sábado entre 8.000 a 10.000 pessoas, números muito abaixo dos 100.000 apontados pela organização.


Não me surpreende esta conclusão. Ainda que creia que o número correcto seja superior aos dez mil, estou perfeitamente consciente de que a meta a que se propunha a organização não foi atingida, e não o será tão cedo.

O problema é que as pessoas deixaram de se importar. Deixaram de acreditar que é possível reivindicar mais respeito pelos direitos que já nos tinham sido reconhecidos, pelo quais nós e outros que já nos deixaram, lutámos com todas as nossas forças.

Invariavelmente, a posição do cidadão comum perante a hipótese de greve ou de manifestação é “não vale a pena”, e “ainda me descontam esse dia no ordenado”. E à conta da nossa indiferença, vão-nos sendo descontados outros valores bem mais elevados: os abonos de família, um direito que considerávamos irrev…

Precisa-se Professor de Português para a Escola Secundária de Moura.

Dois meses depois do início das aulas, vários alunos da Escola Secundária de Moura, entre os quais a turma de 8º ano da minha filha, estão ainda sem Professor de Português. Segundo informação da Escola, o lugar vai a concurso, mas ninguém o aceita.

Assim sendo, como mãe e encarregada de educação, deixo aqui o apelo à divulgação. Há por aí alguém interessado?

Calma

Imagem
Citando um comentador da semana passada, "Hoje não é conveniente falar de futebol." Não é por nada de especial que tenha ocorrido durante o fim-de-semana, é só porque o Sporting ainda não jogou, e eu não gosto de me precipitar.

Vida familiar

- Parem de dizer piadas acerca das notícias. Não me deixam ouvir nada.
- Está bem, mãe.

(Entretanto, na televisão está a passar a reportagem sobre a visita de Obama à Índia e ao Taj Mahal).

- Taj mahal, vai ao mehédico.

Desisto.

Mas estas intervenções são altamente construtivas.

Não é para vos dar música...

...mas lembram-se disto? Ouvi hoje no carro, quando vinha de Portalegre. Bem, há literalmente um século que não ouvia isto. De repente, dei comigo no salão d'Os Amarelos, naquelas matinés pelas quais esperávamos a semana inteira, ou nos famosos bailes da nossa adolescência. Esta é mesmo para a nostalgia.


Bom fim-de-semana

É a aposta na Cultura

Imagem
O governo português quer deixar de pagar a factura da b-on para passarem a ser as instituições universitárias a suportá-la. A concretizar-se essa medida governativa será um dos mais fortes rombos à investigação científica em Portugal.


Circula uma petição on-line: aqui.


Actualização: a UMIC confirmou que deixará de ser, como até agora, responsável pelo pagamento da b-on, passando essa função para a Direcção Geral do Ensino Superior, organismo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior que tutela as depauperadas Universidades portuguesas: aqui.

Publicado no blogue De Rerum natura [Sobre a natureza das coisas], via página pessoal no Facebook do Professor José António Calixto



A b-on (Biblioteca do conhecimento online)  permite “o acesso ilimitado e permanente” a “textos integrais de cerca de 48.000 títulos, nomeadamente mais de 17.100 publicações científicas periódicas internacionais, 18.200 livros electrónicos (e-books), e 10 bases de dados referenciais com vários milhões de regi…

Banda Conjunta do Alentejo

Imagem
Ao contrário dos habituais encontros de bandas filarmónicas, onde cada uma toca por si, imagine o que seria juntar quatro colectividades numa única orquestra, com mais de 120 músicos. Pois bem, é essa a proposta da Banda da Sociedade Filarmónica União Mourense 'Os Amarelos' que, em cooperação com a Banda da Sociedade Filarmónica de Ferreira de Alentejo, a Banda Municipal de Serpa e a Banda Municipal de Portel, apresenta o projecto Banda Conjunta do Alentejo, pelo quarto ano consecutivo.


Na iniciativa, estão previstos quatro concertos, um dos quais será, naturalmente, em Moura, no dia 6 de Novembro, às 21h00, no Salão de Festas dos Bombeiros Voluntários de Moura.

Muito honrada

Imagem
O João António, do blogue A Tasca do Tijoão entendeu atribuir a este humilde blogue o selo Dardos, com o qual fico muito honrada e que fica afixado ali na barra lateral a partir de hoje. Obrigada.

«O Prémio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras.
Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web».

Gent - Sporting CP

Estou irritada, pronto.

Web 2.0

Agora que se aproxima mais um fim-de-semana de formação, desta vez em Portalegre, deixo-vos aqui um "cheirinho" dos conteúdos que procuro transmitir aos formandos para aplicação das ferramentas Web 2.0 em contexto de ensino-aprendizagem.

Trata-se de uma apresentação feita em Prezi, uma ferramenta ainda pouco divulgada, mas muito engraçada. Para visualizar, basta passar com o rato por cima da palavra "MORE" e seleccionar "Autoplay". Depois, basta clicar em cima da apresentação.


Web 2.0 in the classroom on Prezi

E depois de tanto esforço para acalmar "os mercados"...

...os juros exigidos pelos investidores para comprar dívida pública portuguesa a dez anos bateram hoje o máximo histórico e estão agora em 6,66%, um dia depois da aprovação do Orçamento do Estado. Já só faltam 0,3% para entrar o FMI.

Mais informações aqui.

Parece mentira, mas esta notícia também é sobre Portugal

Imagem
Banca teve lucros de quatro milhões por dia


Para ler no JN.

Só porque gosto muito

Tenho uma dúvida

Os jornais e televisões vão reproduzir todos os pensamentos que o candidato Cavaco Silva vai deixar na sua página do Facebook? É que não se aguenta... ainda faltam quase três meses.

16h54

Imagem
Foi a esta hora que a Assembleia da República aprovou o Orçamento do nosso descontentamento. Faltam 21 dias para a Greve Geral.

Parabéns Carlos Rico!

Imagem
O Caderno Moura BD de homenagem a Fernando Bento que foi lançado na última edição da Feira do Livro de Moura, ganhou no dia 30 de Outubro o prémio de Melhor Fanzine Nacional, no âmbito do 21º AmadoraBD - Festival Internacional de BD da Amadora 2010.

O Caderno, que se insere numa série que tem vindo a ser publicada pelo Município de Moura ao longo das edições da Moura BD, celebra o centenário de um dos mais importantes autores de banda desenhada do nosso país - Fernando Bento - e complementava, ou era complementado com uma exposição que esteve patente no Cine-Teatro Caridade, durante a Feira do Livro.

O amigo, colega e grande sportinguista Carlos Rico, autor do Caderno e grande motor do Salão Internacional Moura BD esteve presente na entrega dos prémios e teve oportunidade de ver assim o seu trabalho merecidamente reconhecido.



Casa dos segredos

É a minha. O código para desbloquear a TVI mais aquele canal que transmite 24 horas por dia de culto à insanidade mental vai ser segredo a partir desta noite.

A medida é aprovada por unanimidade dos membros com direito a voto: eu. Quaisquer reclamações cujo fundamento insinue, ainda que levemente, a existência de uma ditadura não serão aceites.

Mais um esforço para destruir qualquer réstia de motivação que ainda resiste na Educação...

"Milhares de professores podem retroceder na carreira e ter de restituir vencimentos".

Ver a notícia completa aqui.

Há com cada cromo

Quatro extraordinários "jornalistas" resolveram escrever um artigo chamado Boa vida em tempo de crise no Económico. Parece que a intenção é ajudar a poupar, ou melhor, a aproveitar o que a vida tem de bom aproveitando descontos e alguns truques "tugas", como convidar a senhora da Bimby para fazer uma demontração para depois jantar de graça. Seria cómico, ou até ridículo, se a situação não fosse tão grave. Além de acreditarem piamente que Portugal faz fronteira na Ponte sobre o Tejo e na portagem de Alverca, as sugestões são uma verdadeira falta de respeito para com os milhões de portugueses que vivem o drama da sobrevivência todos os dias. Até começam bem, com uns Museus que têm entrada gratuita e tal... mas depois, começa o desvario. Uns fins-de-semana nuns hoteizitos baratos (nada abaixo do Grupo Pestana),  um dia de compras em  Londres, um passeio para descontrair na Tunísia ou em Marrocos. Jantar? Vá a um restaurante da moda e para não pagar muito, "aconch…