segunda-feira, 20 de outubro de 2014

...

Fui a Brinches. Fui ver a casa da minha avó, cá de fora da estrada. Arrancaram a parreira do pátio e substituiram a porta castanha de madeira por uma porta de alumínio. Já não é a casa da minha avó, essa já só existe cá dentro.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...