Intervalo

São muitos dias acumulados, muitas semanas a um ritmo imparável. Um cansaço que toma conta de todos os centímetros do nosso organismo, agravado por um calor que nunca dá tréguas. Esperam-se as férias, contam-se os dias até chegar aqui, à hora em que vamos fechar a porta e ter, por fim, uns dias de descanso.

E é por isso que não se compreende este nó na garganta, este aperto de saudades dos dias que não vamos viver aqui, das rotinas que não vamos cumprir, dos leitores que não vamos atender, dos livros que não vamos emprestar.

Boas férias. Voltamos a fazer Biblioteca no dia 16 de Agosto.



Comentários