quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Cultura para todos. Ou talvez não.



O Orçamento Participativo Portugal premiou hoje os 38 projectos que obtiveram maior votação. Entre eles está o projecto Cultura para todos, que contempla 3 medidas com um orçamento de 200.000 euros para um tempo de concretização de 18 meses.

Medida 1: Criação de um programa que incentive a doação de livros em boas condições por parte de pessoas singulares a bibliotecas públicas. Os doadores em troca e por incentivo recebem um vale para a compra de um livro numa livraria. Assim, é incentivada a leitura e compra de livros, bem como a doação de obras às bibliotecas.

Medida 2: Oferta de um cheque cultura a todos os jovens que completassem 18 anos que lhes permita o acesso gratuito a museus e espaços culturais durante um ano. Esta medida é complementada com vales de compra de livros em parceria com as associações locais.

Medida 3. Criação de uma uma base de dados online e gratuita onde reúna livros em suporte digital, em braille e em suporte audio adaptada para cidadãos portadores de deficiência.
Sobre a medida 3, é replicar o que está ser a feito na Biblioteca Nacional de Portugal.

Sobre a medida 1, vamos assistir a uma limpeza de sótãos e arrecadações para despejar nas bibliotecas públicas, em troca de um cheque que vai dinamizar as livrarias. As bibliotecas, além de terem que tratar o lixo que lhes for entregue, vão ter ainda menos dinheiro (é possível ter ainda menos?) para comprar livros. Afinal de contas, se os cidadãos oferecem livros às bibliotecas, por que razão irão os municípios gastar dinheiro a comprar livros? Só porque são novos?

Recomendo, por isso, que se reserve todo o dinheiro do projecto para a medida 2, muito louvável, de incentivo à fruição da cultura para todos os jovens que no período de vigência do projecto, completem 18 anos. Por curiosidade, fui ver, na Pordata* quantos meninos e meninas completam 18 anos neste período e são só 216.444. Portanto, se guardarem o dinheirito todo para esta medida, cada cheque terá o valor de 0,92 €. Um luxo.


*Ver aqui: https://www.pordata.pt/Portugal/Nados+vivos+de+m%C3%A3es+residentes+em+Portugal+total+e+fora+do+casamento-14 .
Cálculo realizado somando todas as crianças nascidas em 2000 e metade das crianças nascidas em 2001, correspondendo aos 18 meses de duração do projecto.

Sem comentários:

Enviar um comentário

24 anos a ser bibliotecária

24 anos depois do meu primeiro dia como Bibliotecária, seguimos em frente, com mais garra,  mais empenho, mais orgulho e o mesmo deslumbram...