sábado, 20 de fevereiro de 2016

Mariana, 19

E de repente, tinhas 18 anos e o mundo revelou-se. Os teus planos, sempre tão cuidadosamente traçados, levaram um banho de realidade e incerteza. Primeiro, a lotaria dos exames, o cálculo das possibilidades feito uma e outra vez. Depois, a angústia até ao resultado e, por fim, o primeiro dia de uma nova vida, numa cidade desconhecida.  Pelo meio, ainda havia a carta de condução,  adiada para os períodos de férias e fins de semana.

Mas eis que aqui chegámos. Os 18 passaram e tu... conseguiste tudo. Todos os planos superados.

Sei que foi provavelmente o ano mais dificil da tua vida, tantas vezes a ser posta à prova, tantas vezes sujeita à incerteza do resultado. Sei que para mim, como tua mãe, foi, porque aqui ao lado, nada podia fazer a não ser amparar-te se caísses, ou ficar a ver-te caminhar se fosses bem sucedida.

E é assim que estou, a ver-te caminhar com tudo o que aprendeste sobre a vida durante este ano.  Toda a gente quer fazer 18 anos porque chega à idade adulta, mal imaginam a reviravolta que a vida lhes dá.

Mas tu, tal como há 19 anos, sobreviveste e aí estás,  pronta a enunciar o decreto-lei competente, se não colaborarmos nas nossas tarefas. É nestes momentos de desafio que as pessoas revelam a sua força e o seu carácter, e os teus estão à vista.

E digo-te mais: estes bons resultados do Sporting não têm nada a ver com o JJ. É porque tu agora estás em Lisboa, vais aos jogos e eles sabem perfeitamente que a Mariana #QuerOSportingCampeao!

Parabéns, filha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...