terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Meryl Streep

Eu sei que já toda a gente viu isto e que não trago aqui nada de novo. Mas este blogue também serve para isto, para guardar as coisas de que não me quero esquecer.

Um dia qualquer lá mais à frente, vou querer lembrar-me destas palavras e uma pesquisa simples no amigo google por "acucaramarelo" + "Meryl Streep" trará de novo este momento de uma mulher que tem voz (mesmo quando a garganta a atraiçoa) e usa essa voz para dizer o que é preciso ser dito.


1 comentário:

  1. É exatamente o que eu penso. Acho que vou partilhar isto também no meu blogue.
    Um beijinho!!

    ResponderEliminar

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...