sexta-feira, 14 de junho de 2013

Professores, greves e exames

Pergunto eu:

1. Para haver um braço de ferro, significa que há duas partes, certo? Ninguém faz um braço de ferro consigo próprio.
2. Quem vence o braço de ferro é, teoricamente, o mais forte, certo? A não ser que a parte que não tem razão admita o erro e desista.

Sendo assim, e se está tão preocupado com a estabilidade emocional dos alunos e das suas famílias, porque é que o Governo, em vez de atira barro à parede, não recua nas medidas propostas, permitindo que os exames se realizem com a tranquilidade necessária?
           

Sem comentários:

Enviar um comentário

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...