quarta-feira, 13 de março de 2013

Informação ou outra coisa qualquer.

Horas.
Horas a fio.
A Carla Trafaria a dizer asneiras e o quadradinho ali ao canto.
O João Baião aos saltos, a mostrar rendas e bordados, e a imagem da chaminé continua ali, sem dar sinais de nada.
Os batalhões de jornalistas já averiguaram e divulgaram o horário das votações, bem como o horário a que sairá fumo, negro ou branco. Porém, a RTP, paga por todos nós, gasta milhares de horas de tempo de satélite para filmar uma chaminé tosca, instalada provisoriamente por cima de um telhado.
Horas a fio.
Horas.

Fumo? Só para os nossos olhos.
                 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...