terça-feira, 5 de maio de 2009

Fim de feira

Ao criar este blogue, pensei que seria este o local privilegiado de divulgação da Feira do Livro de Moura 2009. Afinal, os dias passaram e nem um mísero post, nada! Não houve tempo nem disponibilidade.

A Feira do Livro é uma experiência intensa e inesquecível. São dias extraordinários em que sentimos estar efectivamente ao serviço da população, em que o nosso trabalho tem consequências positivas directas e imediatas. São sobretudo dias de um trabalho de equipa em que o todo é indiscutivelmente maior que a mera soma das partes.

A todos os meus colegas que fazem de cada dia de trabalho intenso e cansativo, um espectacular dia de festa, muito obrigada.

Resta agora fazer o balanço. A venda de livros foi muito positiva, especialmente considerando o ambiente de crise financeira que aflige as famílias portuguesas. Quando o cinto aperta, os bens culturais são os primeiros a descartar, mas em Moura as pessoas continuam a fazer da Feira do Livro um momento especial de encontro com a cultura. Mais de 15 mil visitas registadas durante a Feira atestam o carinho e o entusiasmo da população por esta iniciativa.

As actividades de animação cultural também correram muito bem. A avaliação do público e a reacção aos espectáculos que propusemos foi óptima, tivemos mais de duas mil pessoas a assistir às diversas actividades que decorreram durante a Feira. Infelizmente, um dos espectáculos que era aguardado com mais expectativa - A verdadeira Treta - acabou por não se concretizar, devido ao estado de saúde de um dos actores. Obviamente, e como não podia deixar de ser, houve um ou dois infelizes que conseguiram ver nisso um motivo de regozijo. As restantes quinze mil pessoas que visitaram a Feira demonstraram mais uma vez uma extraordinária compreensão e solidariedade perante a situação e comportaram-se com uma dignidade que me apraz registar.

Enfim, voltaremos a encontrar-nos em Abril de 2010...

Sem comentários:

Enviar um comentário