Férias (por assim dizer)

Pois, isto tem estado difícil... Têm sido dias preenchidos, não há muito tempo para vir aqui, mas já tinha saudades.

Começaram as férias escolares e as inevitáveis festas de fim de ano. Já estou a acabar este ciclo, o próximo ano deve ser o último, mas já ando nestas andanças desde que a minha sobrinha Carolina entrou para o Jardim de Infância. Agora, quando o Pedro terminar o 2º ciclo, vamos ter uma pausa, até que a minha outra sobrinha, a Mafalda, mais conhecida por Bá, comece o seu percurso escolar.

A festa da EB 2,3 foi engraçada, gostei muito de ver o Pedro e a Mariana tocar e cantar com os amigos. Foi a última vez que a turma da Mariana esteve junta. Era um grupo muito unido, uma turma de gente cheia de energia (os professores exaustos que o digam), mas inteligentes e sobretudo, muito interessados. Tenho pena que esta turma se separe, mas é inevitável. Desejo a todos, e à minha filha em particular, as maiores felicidades para o futuro, nunca percam a determinação.

As férias já chegaram, mas as minhas são peculiares: estou a aproveitá-las para dar formação em bibliotecas escolares no Liceu Diogo Gouveia em Beja, a pessoal não-docente. É um grupo de 25 funcionários bastante interessados. É muito, muito cansativo, porque são muitas horas diárias, sempre a trabalhar intensivamente. Mas vale a pena, no próximo ano lectivo estas pessoas estarão mais motivadas e confiantes, e perceberão a razão de ser de muitos procedimentos "obrigatórios".

Comentários