sexta-feira, 25 de setembro de 2009

E pôr-lhe uma mordaça, não resultaria?


Ao contrário do que foi publicado em alguns jornais, Carolina Patrocínio não precisa de autorização de José Sócrates para dar entrevistas sobre política. E tal como qualquer outro cidadão, Carolina Patrocínio passou a estar autorizada a votar assim que atingiu a maioridade.


A mandatária do PS para a juventude diz que vota «desde os dezoito anos, ou seja, desde 2005» e acrescenta que «para as legislativas votei sempre PS». Esta afirmação é, no mínimo, incongruente: tendo nascido a 27 de Maio de 1987, Carolina Patrocínio completou 18 anos a 27 de Maio de 2005. Só que as últimas eleições legislativas foram no dia de 20 Fevereiro de 2005... três meses antes, portanto.

Obs.: O resto da notícia está aqui. Enfim, as palavras são como as cerejas, costumam ter caroço (leia-se conteúdo). Mas esta menina, prefere-as ocas. E a fotografia, que adequada, não?

1 comentário:

  1. Quando vi este artigo pensei "queres ver que esta tambem foi apanhada a roubar palha", mas não, é mesmo só mais uma demonstração de estupidez desta chavala.

    ResponderEliminar

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...