Coisas que me passam pela cabeça

Não pode haver uma pessoa que, sendo minimamente normal, e carregando já nos ombros o peso de se chamar Zélia, se apresente como Zelinha. Não pode.
     

Comentários