quarta-feira, 30 de outubro de 2013

On a clear day you can see forever

Quem passa pela Barragem de Alqueva depara com uma frase em letras garrafais, porém já cheias de ferrugem, mal disfarçadas por uma rede que o vento já se encarregou de rasgar.

A frase é nada mais nada menos que "On a clear day you can see forever", título de uma música que integra o musical On a clear day, de 1970, adaptado em Portugal com o nome Melinda.

Depois de se ouvir a música e conhecer a letra, percebe-se a intenção. Ainda assim, pergunto-me se será a escolha mais acertada. Quantos, dos que visitam a barragem ou por lá passam a caminho de casa, conhecem a origem da expressão? Assim, descontextualizada, seria mesmo a melhor forma de dar as boas vindas a quem visita o Grande Lago?

https://3.bp.blogspot.com/-2cpYK614n90/Vse4NzkHluI/AAAAAAAAPfo/_TYny3S3Zx0/s1600/on%2Ba%2Bclear%2Bday%2Byou%2Bcan%2Bsee%2Bforever.jpg

On a clear day, rise and look around you
And you'll see who just prove you are

On a clear day, how it will astound you
That a glow of your being, outshines every star

You'll feel part of
Ev'ry mountain, sea, and shore
You can hear from far and near
A world you've never heard before

And on a clear day, on that clear day
You can see forever, oh

And on that clear day on that clear clear day
You can see forever and ever and ever and evermore


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...