segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Em quem não vou votar no dia 27 de Setembro - Parte 1 (O respeito pelos portugueses)

No próximo dia 27 decorrerão as eleições legislativas, pelas quais serão eleitos os deputados à Assembleia da República e consequentemente, o próximo Governo.

Nunca faltei a um acto eleitoral. Considero a abstenção um acto de cobardia e desinteresse pela nossa vida, pelo nosso futuro.

Infelizmente, nem sempre é fácil votar, e muitas vezes já votei em branco, proque não considero nenhuma das propostas apresentadas como a ideal. Nestas eleições ainda estou indecisa, mas já sei em quem não vou votar de certeza absoluta.

Não votarei na arrogância e na prepotência. Não votarei em quem fala aos seus iguais com desdém e desprezo.

Não votarei em pessoas que se consideram donos absolutos da verdade, que se julgam mais inteligentes e capazes que o comum dos mortais.

Não votarei em quem ignora a opinião dos cidadãos, expressa em manifestos, protestos, crónicas e artigos de jornais.

Não votarei em quem utiliza os meios do Estado para fazer propaganda política.

Não votarei em quem impõe limites à informação, à liberdade de expressão, ao direito à diferença.

Não votarei na intolerância.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...