O meu pai

Segundo o Google e a Wikipédia (autoridades máximas no reino do copy/paste), no dia de hoje assinala-se o nascimento de Hans Christian Ørsted, ou Oersted, que foi um físico e químico, conhecido sobretudo por ter descoberto que as correntes eléctricas podem criar campos magnéticos que são parte importante do Electromagnetismo. Foi também o primeiro pensador moderno a descrever explicitamente e denominar a experiência mental.

Hoje também se assinalam 624 anos sobre a célebre Batalha de Aljubarrota, decisiva para a nossa independência e identidade, mas também não é por isso que este dia é importante.

Hoje é um dia importante porque o meu pai faz anos.

O meu pai é o melhor homem que eu conheço. É o mais correcto, o mais íntegro, o mais solidário, o mais trabalhador, o melhor pai, o melhor avô.

Quando a minha vida deu uma cambalhota e os problemas pareceram ser maiores do que eu, o meu pai esteve sempre lá, incondicionalmente, ao meu lado.

Os meus pais sempre fizeram tudo o que podiam pelas filhas. Deram-nos tecto e comida, mas sobretudo, educaram-nos. Transmitiram-nos valores que me esforço por conseguir honrar ao longo da minha vida.

Parabéns, pai. E obrigada por tudo.

Comentários