quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A Boazinha

Maria de Belém Roseira será, muito provavelmente, eleita Presidente do Partido Socialista no congresso do próximo fim-de-semana. Nada a opor, simpatizo com a senhora, serena, educada, diplomática, com um sorriso desarmante. O problema é que, ao contrário de outras mulheres eleitas para cargos dirigentes, Maria de Belém parece ser escolhida por ser "a boazinha", a que não discorda, a que não cria problemas, a que deita água na fervura.

Na verdade, o cargo de Presidente no Partido Socialista parece-me ser, quase sempre, meramente honorífico,  e lembrado apenas quando é preciso comentar alguma dissidência interna. A sua atribuição pode nem sempre ser sinal de valorização. É um respeitoso "deixa-te estar aí sossegadinha que já fizeste a tua parte".

Maria de Belém merecia mais. É uma pena que assim seja.
                               

3 comentários:

  1. Parece um cargo escolhido para calar uma voz à esquerda no PS...

    ResponderEliminar
  2. Sim, com um cargo importante, mas sem importância...

    ResponderEliminar
  3. Nesse aspecto concordo mais com o PSD, que elege um presidente e depois dá algum destaque honorífico aos antigos presidentes do partido, quase todos, de vez em quando lembram-se que um dia elegeram Santana Lopes, mas lá vão chamando Balsemão para dizer algumas banalidades. Bem que o PS poderia fazer o mesmo, afinal Mário Soares não consegue estar calado, os outros estão todos ocupados...

    ResponderEliminar

Sem noção

Isto das fake news está cada vez pior. Vejam bem que agora até dizem que as 3 primeiras figuras da Nação mais o presidente da CML foram...