terça-feira, 20 de setembro de 2011

Ler não importa onde



via publicação do 'Bibliotecário ambulante' Nuno Marçal no Facebook

2 comentários:

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...