segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Recorrente

Já ouvimos falar disto no ano passado, e no entanto tudo continua igual. E vou ficar por aqui, porque quem comenta o assunto ainda corre o risco de ser acusado de falta de ética. Já me aconteceu a mim.
           

4 comentários:

  1. É uma vergonha! Não consigo perceber como é que isto é possível.

    ResponderEliminar
  2. Há que distinguir as águas.
    Por um lado é uma vergonha aquilo que referes.
    por outro lado é uma vergonha o numerus clausus para entrada em Medicina, insuficiente para as necessidades do país(veja.se a contratação de médicos estrangeiros) motivado pressionante lobby dos médicos.

    ResponderEliminar
  3. mfc

    Uma coisa nada tem a ver com a outra. Tenho uma filha no 12º ano a quem tenho motivado insistentemente para estudar e trabalhar. Afinal, podia ter deixado a miúda em paz e agora matriculava-a num destes externatos e ela fazia um brilharete...

    Quanto ao numerus clausus, tens razão. Porque é que o número continua a ser reduzido para as necessidades do país e porque é que se insiste em abrir cursos que ninguém quer tirar e que não têm qualquer hipótese de futuro profissional?

    ResponderEliminar
  4. Dizer as verdades não é falta de ética.

    ResponderEliminar

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...