terça-feira, 4 de setembro de 2012

Geração prodígio

São muitos, muitos. Têm menos de 30 anos, mas um currículo invejável que lhes garante um futuro risonho. Há pouco mais de um ano contavam-se pelos dedos de uma mão os que já tinham produzido alguma coisa para a sociedade, mas agora fazem todos parte da nata política. É o fabuloso destino dos jovens assessores do Governo Passos, que em muitos casos, já se julgam melhores do que aqueles que os foram buscar ao expositor da Jota e lhes deram currículo, mordomias e ordenado, com direito a subsídios de férias e de natal.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...