Leprosos ou selvagens? Ou ambos?



Batalhões de militares, estradas em redor sem um único carro a passar, mais militares, meia dúzia de pessoas a  espreitarem por cima do ombro dos membros do corpo de intervenção. A imagem que Merkel levou de Portugal foi esta: um povo açaimado pelas forças de segurança, um país de selvagens que precisam de ser mantidos a quilómetros de distância por não serem capazes de se comportar como seres civilizados. À sua volta, um deserto. Nem Obama mereceu tanto aparato.

O esquema de segurança montado para hoje foi revoltante. Que me interessa a mim que a senhora dos mil casacos iguais tenha vindo a Portugal? Quem montou este espectáculo foi a comunicação social, com a ameaça constante da indignação dos portugueses. Acaso não sabem que o povo é sereno? E quanto custou ao país este esforço monumental de segurança? Quem vai pagar isto?

Esperem, deixem-me adivinhar! Somos nós, não somos? Nós, os que hoje fomos tratados como leprosos ou bandidos perigosos. Irra, que é demais!

Comentários