domingo, 12 de agosto de 2012

Um país em regressão.

IC1 e EN125 a abarrotar de carros. Como eu, milhares de outros portugueses ignoraram as auto-estradas pagas a preços de Troika. Não fosse ter os meus filhos em plena adolescência comigo no carro e juraria ter recuado 20 anos no tempo, quando sonhávamos com a conclusão da Via do Infante e com a A2 até ao Algarve.

O que fizeram estes governantes com o país? Gastaram como quiseram os milhões europeus, que agora temos de pagar a um preço insuportável e o resultado é este. Um país cheio de alcatrão vazio e estradas sem condições entupidas de gente. Tanta modernidade, tanto progresso, tanta estupidez.


2 comentários:

  1. Os preços que cobram säo obscenos! Nāo haverá um mínimo de inteligência entre os membros dessa quadrilha que os ilumine? Com outros preços muito mais gente lucraria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a gente lucraria... Com impostos mais baixos sobre o consumo mais gente compraria, mais produção seria necessária, mais empregos, mais dinheiro a circular, mais crescimento, melhores salários, mais consumo e por aí fora. Parece que só assistiram às aulas de Economia onde se falou de retracção. Faltaram no semestre em que se falou de desenvolvimento.

      Eliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...