terça-feira, 10 de maio de 2011

Mistérios insondáveis

A tenda já deixou a Praça, mas o trabalho da Feira do Livro ainda não acabou. Estamos a registar, um por um, os livros vendidos durante a Feira e acabo de me aperceber que - ainda só vou no dia 30 de Abril - já foram vendidos 2 exemplares de "As palavras que nunca te direi" de Nicholas Sparks. É provavelmente (para não vir para aqui jurar a pés juntos) o livro de literatura mais vendido na história desta Feira. A tal ponto que me senti obrigada a lê-lo há cerca de 8 ou 9 anos, para tentar perceber o fenómeno. Não cheguei a acabar - um deles morre no fim, lamento - e continuei sem perceber. E no entanto, aí está ele, a ser vendido a todo o vapor...


45ª reimpressão?

Não se iludam, a edição é sempre a mesma, não há alterações, o livro é apenas reimpresso. Mas tem mais impacto comercial dizer que é uma nova edição...

Actualização: Vou a 4 de maio e, de 5 disponíveis, já saíram 4...
           


3 comentários:

  1. não li, mas quem leu detestou.

    ResponderEliminar
  2. Nunca li uma linha de semelhante autor... Acabei de ler o último de Águalusa, "Milagrário pessoal" e vou entrar agora no universo Murakami...

    ResponderEliminar
  3. Fico perplexa com a informação da Zélia. Mas, num país onde partidos como o PS e O PSD lideram as sondagens existem seguramente muitas pessoas com mau gosto e dificuldades de interpretação.

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...