O comando devia ser meu

São 18h38 de uma tarde de Domingo. Há cerca de 2 horas que não há televisão, internet nem telefone na minha casa. A situação repete-se com frequência há várias semanas, mas tem vindo a agravar-se.

Liguei mais uma vez para o apoio da MEO. Liguei do meu telemóvel, evidentemente, pagando a chamada a peso de ouro. Não conseguem resolver o problema, blá, blá, blá, serei contactada por uma equipa técnica no prazo máximo de 24 horas. Até lá, isolados do mundo, à excepção do telemóvel e da pen wireless do Sapo. 

Infelizmente, não têm a mesma tolerância para o pagamento das facturas. Pago 77 euros por mês, e só tenho os serviços básicos e a pen wireless. Até o telefone que comprei "em 10 suaves prestações de apenas 5,90 €", quando o outro se avariou e não houve direito à sua substituição, deu confusão. Após as primeiras 3 prestações, "enganaram-se" e cobraram o valor remanescente todo de uma vez.

A equipa técnica que venha, e traga o alicate. Vai ter de arrancar os fios que aquela equipa surrealista da instalação me colou pela casa toda e levar os seus equipamentos consigo, porque para mim já chega!

    

Comentários

  1. Ola Zélia, eu uma vez que tive um problema com a MEO, em que tive de falar com eles através do meu telemóvel, reclamei, e eles pagaram-me a despesa da chamada do telemóvel...às vezes uma reclamação dá resultado...outra possibilidade é avisa-los que vais mudar de operador, caso eles não te façam outra proposta de preços... dizem que resulta...baixam os preços...(deves é ter de garantir a fidelidade por 2 anos), no meu caso tenho mesmo saltado de operador...cabovisão - meo -cabovisão - meo
    Mgantes

    ResponderEliminar

Enviar um comentário