Parabéns João!

Lembram-se daquelas notícias que se publicavam antigamente nos jornais, sobre o filho do excelentíssimo senhor doutor Fulano de Tal e da senhora dona Beltrana do Outro Lado que acabava de concluir o curso X ou Y? Ao recém graduado, a direcção do jornal desejava as maiores felicidades e sucesso profissional. Era tudo muito cheio de salamaleques, e a maior parte das vezes, com o objectivo de obter as boas graças do menino prodígio e da sua família.

Lembram-se? Isto não tem nada a ver.

O que trago aqui é um grande orgulho e satisfação por ter podido assistir hoje na (minha) Universidade de Évora e na companhia de vários amigos e familiares, às Provas Públicas de Mestrado no âmbito da temática d'O Sul Ibérico e o Mediterrâneo - História Moderna, do meu amigo João Ramos.

A dissertação, que teve como título "Fronteira e relações do poder. Noudar e Barrancos no Antigo Regime", é o produto de muito esforço e sacrifício, mas sobretudo de uma paixão pela História local e regional que o júri não se cansou de elogiar e que premiou com uns muito merecidos 18 valores.

Para o João, mas também para a sua família - especialmente a Anabela e o JP, pelo suporte que sempre souberam ser - um grande abraço de parabéns.

Comentários