segunda-feira, 4 de junho de 2012

Escolhas

"Filho é um ser que nos foi emprestado para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é expor-se a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como?  Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo".
José Saramago

Tenham a idade que tiverem, serão sempre meus filhos e continuarei sempre a ser responsável por eles. São e serão sempre a minha escolha, com a mesma convicção, desde o dia em que soube que estava grávida pela primeira vez.

Tenho comigo uma colecção inesgotável de memórias de dias, muitos dias, que mais ninguém tem. São só minhas e já não tenho pena de quem não tem nada para lembrar.
      

1 comentário:

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...