terça-feira, 19 de junho de 2012

Toda a gente sabe que as bibliotecas não dão votos

Só dão informação, conhecimento e cultura, que como se sabe são coisas muito perigosas que precisam de ser cortadas pela raiz, asfixiadas, abandonadas à sua sorte. O problema é que neste caso, a indiferença estava a dar espaço à comunidade, que em vez de passar ao lado, escolheu reabilitar o espaço e reconstruir uma biblioteca, vejam bem! Ainda por cima, uma biblioteca popular. Que absurdo, não é?

Caso haja por aí outros loucos que considerem as bibliotecas importantes, podem aderir à comunidade nesta página do Facebook, ou seguir o seu percurso no blogue Biblioteca Popular do Marquês.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Estrela da manhã

Numa qualquer manhã, um qualquer ser, vindo de qualquer pai, acorda e vai. Vai. Como se cumprisse um dever. Nas incógnitas mãos tran...