quarta-feira, 3 de agosto de 2011

No mundo dos livros

Um dos melhores blogues que já encontrei, desde sempre, é a Livreira Anarquista. Por favor, não deixem de visitar, com regularidade (o link também está na barra lateral), para compreenderem melhor as agruras de uma livreira, que é como quem diz, de uma bibliotecária. Deixo-vos aqui um pequeno excerto, um de muitos que me fizeram rir a bom rir.

Ainda por cima, partilha integralmente a minha "estima" pela Nora Roberts, que eu acredito vivamente não ser uma pessoa, mas sim uma cooperativa de redactores cujos lucros são proporcionais ao número de páginas que escrevem.

FREGUESA: Eu queria “O Cigarro”, do Valter Hugo Mãe.
(…devia escrever o nome dele com minúsculas mas…não consigo!)
LIVREIRA ANARQUISTA: “O Cigarro” do Valter Hugo Mãe!?…não conheço nenhum livro dele com esse nome, mas vou investigar só para ter a certeza…
(…alguns segundos de pesquisa…)
LIVREIRA ANARQUISTA: Não, realmente não aparece aqui nenhum livro dele com esse título…não será de outro autor?
FREGUESA: Pois…não sei….era “O Cigarro“…
LIVREIRA ANARQUISTA: Poderá ser o “Diário de um Fumador”? (que era uma novidade e até estava na montra)
FREGUESA: Não… Oh, lembrei-me agora, não é “O Cigarro”! É “O Tabaco”!
LIVREIRA ANARQUISTA: “O Tabaco“…do Valter Hugo Mãe?
FREGUESA: Sim!
LIVREIRA ANARQUISTA: Pois…mas ficamos na mesma porque ele também não tem nenhum livro chamado “O Tabaco“…
FREGUESA: Mas eu tenho a certeza que tem “cigarro” ou “tabaco” no título…
LIVREIRA ANARQUISTA: Será a “Tabacaria”, do Fernando Pessoa?
(Ela abana negativamente a cabeça)
LIVREIRA ANARQUISTA: …ou “O Prazer de Fumar”?…ou o “Método Simples Para Deixar de Fumar”?…esse é muito procurado…
FREGUESA: Algum deles é do Valter Hugo Mãe?
LIVREIRA ANARQUISTA: Não. O mais recente do Valter Hugo Mãe chama-se “A Máquina de Fazer Espanhóis”, não tem mesmo nada a ver com o que a senhora procura…
FREGUESA (subitamente histérica): É ISSO MESMO! “A Máquina de Fazer Espanhóis”! É mesmo esse que eu procuro!
                                       
                 Os insondáveis mistérios do distúrbio associativo…

4 comentários:

  1. Se a livreira anarquista também tem um blog, deve ter escrito um post bem jeitoso, também! =)

    ResponderEliminar
  2. É mesmo o máximo. Eu já lá tinha estado, agora vai mesmo para a minha barra lateral.

    ResponderEliminar
  3. Adorei! Vou espreitar esse blogue.

    ResponderEliminar