segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Pilar

Estive a ouvir Pilar del Rio em entrevista. É uma pessoa controversa, sem dúvida, e ainda não consegui definir a minha opinião sobre ela. No entanto, há várias ideias que me ficam na memória:

...gerações e gerações de pessoas condenadas, não à fome, que as havia, não ao frio, que as havia, não à ignorância, que as havia, mas à ignorância. Gerações e gerações de pessoas nascidas somente para sofrer, para morrerem pobres e ignorantes.

...O capitalismo não funciona? Claro que funciona, de forma fatal. Vejamos Portugal agora. A solução está na consciência, na honestidade e na responsabilidade...

...Temos de desassossegar. Desassossego e reflexão, para que não nos voltem a enganar...

...Enquanto estamos angustiados a pagar os dois ou três carros e as vivendas, e as férias, esquecemos os valores, a honestidade, a solidariedade, a pessoa que está ao nosso lado

...O valor de uma biblioteca? É inquantificável. Poder chegar e ler, o que entendes e o que não entendes, e saber que talvez amanhã, possas entender o que hoje não entendeste. Lês, algo se abre na cabeça, acende-se uma luz... e entendes.

Entender é o melhor do mundo.

             

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...