Biblioteca Pública de Évora

A Biblioteca Pública de Évora, devido ao seu carácter único e especial, acaba de ser integrada na tutela da Biblioteca Nacional de Portugal. A Biblioteca dependia até aqui directamente da extinta Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas (a qual foi agrupada com a Direcção-Geral de Arquivos, constituindo a nova DGLAB).

A BPE é uma das bibliotecas portuguesas de "depósito legal", ou seja, onde é depositado um exemplar de todos os livros publicados em Portugal e devidamente registados na Biblioteca Nacional. Além disso, reúne uma colecção de obras de características especiais que totaliza mais de seis mil espécies, incluindo diversas centenas de exemplares únicos e um núcleo de 664 incunábulos.

Até há cerca de 9 anos, a Biblioteca Pública de Évora era encarada única e exclusivamente como um tesouro a preservar e para a figura de Director foram muitas vezes convidadas personalidades ligadas à cultura ou à vida universitária da cidade, mas sem qualquer conhecimento de biblioteconomia, votando ao abandono os hábitos e necessidades de leitura dos eborenses. Enquanto por todos o país se assistia à implementação de uma rede de leitura pública, Évora mantinha-se orgulhosamente só e fechada sobre si mesma.

Hoje, a Biblioteca está diferente. Salvaguardando a necessária e indiscutível preservação das espécies valiosíssimas que tem à sua guarda, a Biblioteca de Évora já consegue ser também um serviço virado para a cidade e para a comunidade que serve. A atribuição das funções de Director a um profissional com provas dadas nesta área fez toda a diferença. Espero sinceramente que esta mudança de tutela não signifique uma inversão do rumo e do caminho já percorrido pela BPE.

Comentários

  1. É verdade...! Agora vou ter que responder por estas palavras. Quem me manda ter sempre uma opinião a dar?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário