O que fica para a História

Não parece, mas é um post sobre futebol. O que fica para a História, cada anos, todos os anos, são os vencedores de duas competições a nível nacional: O Campeonato e a Taça de Portugal. O resto é palha, como se costuma dizer.

Gostava muito que o Sporting estivesse agora melhor qualificado na Liga nacional, mas o ideal mesmo era que ocupasse o primeiro lugar. A partir daí, todos os outros são lugares de derrotado e sim, isso inclui o meu Sporting.

O mesmo não se passa, felizmente, com a Taça de Portugal. Está nas nossas mãos, ok, nas minhas não, mas nas mãos de Domingos, de Rui Patrício, de Scaars, de Wolfswinkel, de Rinaudo, de Capel, de Carrilho, de Onyewu, de Elias, etc., etc., trazer a Taça para Alvalade. E isso vai acontecer!

Por isso, falamos no final da época, quando soubermos quem fica para a História e quem desaparece nas brumas da memória. Até lá, deixem o Sporting recompor-se e reerguer-se. Este ano vamos erguer a Taça, mas no próximo ano não aceitamos nada menos do que o Céu.
   
                  

Comentários

  1. Boa sorte para a conquista dessa Taça de Portugal.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada. És um benfiquista cinco estrelas!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário