75 mil visitas

E um sorriso enorme.

Comentários

  1. José Francisco11/11/10, 10:41

    Muito bem,Parabéns .Um blog ao serviço da cultura, espetaculo. Continua, já agora não dá para contar as colheradas?

    ResponderEliminar
  2. Sim. Até este momento, 1496 comentários publicados e 695 posts.

    ResponderEliminar
  3. "Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta perde sempre"

    Parabéns à Drª Zélia. Realmente é um Blog, que faz mais pela informação, pela intervenção social, política, cultural, que desperta consciências e nos põe a pensar, que muitos que por aí andam espalhando e esbajando palavras caras e assuntos herméticos, que só doutos compreendem e se interessam. A prova provada que um blog simples de forma humilde e que influência mais, que muitos pseudo activistas, que apenas teorizam, sim porque a Zélia, também passa à prática as suas convicções, porque de activistas, interventores, intlectuais e fazedores de opinião de Gabinete e de Sofá, estamos nós cheios, queremos também pessoas que tragam os seus exemplos práticos, nos envolvam não apenas com a sua teoria e sabedoria, mas também com a sua dedicação na prática do dia a dia. E a Drª Zélia consegue essa simbiose perfeita, desperta-nos a consciência, alerta-nos para as questões importantes, informa-nos, dá-nos a sua visão a sua opinião, promove o debate de temas pertinentes e que nos são sensiveis,mas também podemos constatar, pelo menos que a conhece, que na prática tem a mesma linha de actuação, de conduta, de preocupações, e que é directa e não se esconde por trás do politicamente correcto. É caso para dizer, olhem para o que ela diz e olhem também para o que ela faz. Parabéns Drª Zélia e continue com essa força que a caracteriza e essa capacidade de influênciar que a senhora tem, que é imensa e com provas dadas.

    ResponderEliminar
  4. Ena... Ainda estou de queixo caído. Essa dra. Zélia existe mesmo? Gostava de a conhecer.

    Ninguém é perfeito e eu não sou excepção. Agradeço muito as palavras elogiosas, podem não descrever exactamente aquilo que sou, mas descrevem muito bem aquilo que gostaria de ser.

    Quem me conhece sabe que me preocupo muito com o que os outros pensam de mim, e nem me dou ao trabalho de disfarçar essa preocupação. Mas preocupa-me que me vejam como uma pessoa íntegra, honrada, de confiança, trabalhadora e interventiva. Não quero ser sempre simpática, ir sempre com a corrente, estar sempre de acordo com tudo, levantar só as questões que agradam aos chefes ou calar injustiças só para não ficar mal na fotografia, por muito que isso me tenha prejudicado ao longo da vida. De qualquer forma, eu nunca fui fotogénica...

    Sou imperfeita. Se fosse perfeita, conseguia ser tudo ao mesmo tempo e ainda por cima tinha umas fotografias fantásticas.

    ResponderEliminar
  5. Post`s e comentários contra o actual elenco da camara de Moura, não lhe serão reconhecidos.
    Afinal tudo o que a cãmara faz, faz bem e não são objecto de contestação neste blog.
    Sei que nos blogs, quem manda são os seus administradores. Outra coisa não seria de esperar e têm de se aceitar, goste-se ou não.
    Agora o que não se pode é fazer, gigantes com pés de barro.

    ResponderEliminar
  6. Caríssimo anónimo das 22:56

    Como sabe, sou funcionária pública, e pertenço ao quadro da autarquia de Moura. Como tal, manda a ética e a deontologia que manifeste o meu desacordo e o meu protesto dentro dos organismos a que pertenço, e sempre que possível, seguindo a hierarquia. Acredite-me, faço-o muitas vezes, e à conta disso vou tendo a fama de exigente e reivindicadora.

    Agora, seja qual for a cor política do executivo que estiver na Câmara, não verá neste blogue nem em quaisquer circunstâncias públicas, quaisquer críticas ao seu funcionamento. Se discordar de alguma medida, o máximo que poderá registar é o meu silêncio, e em alguns casos, como já tem sucedido neste 23 anos que levo de casa, a difícil defesa de posições com as quais não concordo e contra as quais me manifestei em sede própria.

    Sou intransigente na defesa dos meus direitos, dos direitos dos funcionários que trabalham comigo e dos interesses da Biblioteca, mas não sou fala-barato. Sei que há colegas meus que adoram ir para as mesas dos cafés expôr em voz alta, para conhecimento público, os problemas ou os erros cometidos por membros ou trabalhadores da Câmara, mas como desaprovo totalmente essa postura, não o faço e não o farei.

    Se é disso que vem à procura neste blogue, não vale a pena, não o vai encontrar. Até posso ter de engolir alguns sapos, mas defenderei sempre as posições da entidade para a qual trabalho e que espera de mim, desde o momento em que assinei o primeiro contrato, o dever da confidencialidade, da lealdade e da ética.

    ResponderEliminar
  7. Parabéns pelo blog Zélia. A frontalidade, por ser excepção à regra, assusta quem convive melhor com a hipocrisia. E ser frontal não significa falta de educação, como muita coisa que se vai lendo por esta blogosfera.
    Muitos anos para a continuidade deste espaço de reflexão e intervenção.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário