sábado, 6 de novembro de 2010

Bom fim-de-semana


          

6 comentários:

  1. Bom fim de semana, também para si .

    ResponderEliminar
  2. Xutos & Pontapés, um verdadeiro marco histórico na musica nacional, tiro-lhes o chapéu pela persistencia e por tudo aquilo que nos têm dado desde 1978. No entanto estou em crer que o ultimo trabalho de originais deles com conteúdo digno de registo (na minha opinião) foi em 1997 quando lançaram os "Dados Viciados". Daí até agora foi só cumprir calendário, ou então é uma aposta com os Rolling Stones para ver quem é que dura mais tempo. O "Circo de Feras" de 1987 é um grande disco deles que por acaso até tem a música que eu mais gosto, chama-se "N'America".
    Bom fim-de-semana e não tenho dúvidas que os Xutos são muito melhores que os Coldplay.

    ResponderEliminar
  3. Bem... aquela dos Coldplay caiu-lhe mesmo mal, amigo (pouco) anónimo. Por acaso é a única música de que gosto deles (acho eu, não estou a lembrar-me de mais nenhuma), mas daquela gosto mesmo.
    Já os Xutos, não sou propriamente seguidora do grupo, mas há muitas de que gosto mesmo, e esta é uma delas. É por isso que já são velhos conhecidos aqui no blogue.

    ResponderEliminar
  4. Ainda voltei, para dizer que acho que precisei de crescer para gostar dos Xutos. Em adolescente não lhes achava piada, mas agora... "pensava em ti, e em que sorte era a tua. Quero-te tanto!"

    É especial, não é?

    ResponderEliminar
  5. Fulano Tal07/11/10, 11:03

    A vida vai torta
    Jamais se endireita
    O Andar Persegue
    Esconde-se à espreita
    Nunca dei um passo
    Que fosse o correcto
    Nunca fiz nada que batesse certo.
    Não concordo com esta parte da música, a vida não vai torta, mas existem uns Palhaços que teimam em nos querer entortar a vida. Os passos que damos são sempre aqueles que achamos correctos, e tudo o que fazemos bate sempre certo pelo menos para nós, embora os Palhaços achem que não.
    No que respeita à música é um pouco básica na minha opinião, são frases repetidas. De álbum para álbum apresentam mais do mesmo, não evoluem. Dos concertos que vi deles nenhum me trouxe nada de novo.

    ResponderEliminar