Sob protesto e com grandes reservas

Anda numa lufa-lufa, o candidato Cavaco Silva. Ansioso por aparecer, ocupa todos os micro-segundos que as televisões lhe dão, todos os pixels que os jornais lhe concedem. Quer convencer-nos desesperadamente a dar-lhe a oportunidade de ser o melhor presidente para todos os portugueses, através de uma “magistratura activa”, e não há ninguém por perto que lhe relembre dois pequenos e insignificantes detalhes:


1. Ele já teve essa oportunidade durante 5 anos e foi muito fraquinho. Promulgou todos os despachos sob protesto ou com grandes reservas, e é um dos grandes responsáveis pelo estado a que isto chegou. De cada vez que surgiu um problema, a sua única preocupação foi passar por entre as gostas da chuva sem que qualquer salpico o atingisse.

2. Devia evitar aparecer. De cada vez que fala, perde votos. Infelizmente, pode dar-se a esse luxo. Todos sabemos que vai ser reeleito. Sob protesto e com grandes reservas, para condizer com a sua postura.
                                          

Comentários

  1. O que é ceto é que Cavaco Silva enquanto Presidente da República não teve qualquer intervenção digna de registo. Limitou-se a acompanhar o estado das coisas e é também co-responsável pela situação do país. Dizer que é um candidato experiente, nem lhe assenta bem. Aliás, vê-se a que estado chegámos com tanta sapiência e experiência acumulada.

    ResponderEliminar
  2. ... a dor de cotovelo é uma coisa muito má ...
    LT

    ResponderEliminar
  3. A verdade, muitas vezes, também é dificil de digerir.

    ResponderEliminar
  4. ... acrescento então, a verdade e a dor de cotovelo são coisas difíceis de digerir ...

    tss tssss
    LT

    ResponderEliminar

Enviar um comentário