segunda-feira, 4 de abril de 2011

25 anos de Bibliotecas Públicas

A 3 de Abril de 1986, há 25 anos, foi publicado no “Diário da República”, II série, um despacho da Secretaria de Estado da Cultura criando as condições necessárias para o estabelecimento de uma política nacional de Leitura Pública, através da implantação e funcionamento regular e eficaz de uma rede de bibliotecas municipais.

Para coordenar este projecto de dimensão nacional foi constituído “um grupo de trabalho orientado e coordenado pela Dra. Maria José Moura, presidente do Conselho Nacional da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas”. Os resultados desse despacho são bem evidentes e conhecidos: 261 Municípios foram apoiados, quer no Continente, quer nas Regiões Autónomas, e 191 Bibliotecas já foram inauguradas.

A Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, é um dos raros exemplos do Portugal que “deu certo”, um investimento para o futuro, para melhorar as condições de aprendizagem e de acesso à informação, à cultura e ao lazer dos cidadãos deste país.

Infelizmente, os frutos de todo este trabalho, os resultados obtidos a curto e médio prazo, e até mesmo o investimento já realizado não foram suficientes para continuar a merecer o interesse e a atenção do poder político, que ameaça deixar cair por terra um projecto fundamental para a construção de um Portugal mais digno.

Mas para nós, bibliotecários e utilizadores, continua a ser uma prioridade e não um luxo. Continuaremos a lutar com as únicas armas que temos: as palavras e o trabalho que desenvolvemos todos os dias.

            

3 comentários:

  1. Passam no proximo dia 24 de junho 20 anos sobre a abertura ao publico da 1ª fase.

    ResponderEliminar
  2. Já estamos a trabalhar nisso :)

    ResponderEliminar
  3. Se na minha infância de laborioso trabalho no campo, numa bela vila Beirã, pudesse dispor de biblioteca, hoje seria mais gente.
    Carlos - RJ

    ResponderEliminar