sexta-feira, 15 de abril de 2011

Apelo

A Feira do Livro de Moura e o Moura BD vão iniciar-se já no próximo dia 22 de Abril. Como tal, a tenda que receberá os dois eventos começará a ser instalada na Praça Sacadura Cabral amanhã, Sábado, dia 16 de Abril. A fim de evitar incómodos desnecessários e de possibilitar o bom desenvolvimento dos trabalhos, apelamos a que evitem estacionar ou deixar o carro no espaço situado entre a zona do acesso à porta principal do Mercado Municipal e o Jardim Dr. Santiago.

Este ano, porque recebe dois eventos em simultâneo, a tenda terá um comprimento bastante maior do que nos anos anteriores.

A organização da Feira do Livro e do Moura BD pedem e agradecem a colaboração da população, possibilitando a realização destes eventos que trazem à Praça Sacadura Cabral a proximidade que todos desejamos com o livro, a leitura, a banda desenhada e o cartoon, a poesia, a música, a dança, o teatro, o humor, em verdadeiro ambiente de festa.

Obrigada.
  

4 comentários:

  1. Fernando Pinto17/04/11, 17:49

    Por pura curiosidade, sabe dizer-me os custos do aluguer da tenda e da segurança?

    ResponderEliminar
  2. O orçamento da Feira do Livro e do Moura BD foi aprovado em reunião de Câmara e a acta é pública. Peço-lhe o favor de a consultar, como compreenderá não posso responder-lhe neste âmbito.

    ResponderEliminar
  3. Fernando Pinto18/04/11, 16:30

    Não a fazia como pessoa que dá respostas politicamente correctas. Em todo o caso, compreendo e aceito a resposta.
    Onde eu pretendo chegar????
    Se achar por bem, aqui fica a sugestão para o debate - será que em tempos de crise, os exemplos não têm que vir de cima e a CMM com a finalidade de poupar e dar bons exemplos, deveria ter organizado estes eventos nos pavilhões da feira? Será que não seria uma boa forma de poupar alguns milhares de euros???

    ResponderEliminar
  4. Fernando
    Neste caso, não é uma resposta politicamente correcta, embora às vezes também tenha de as dar. Sou funcionária da Câmara, tenho o dever de ética e lealdade. O executivo, seja quem for, tem de poder confiar nos seus funcionários relativamente a processos e procedimentos internos. Lamento que haja muitas questões que são debatidas em voz alta nas esplanadas dos cafés, perante pessoas externas aos serviços, mas recuso-me a fazê-lo.

    Muitas vezes reproduzo aqui iniciativas da Câmara, quando são iniciativas públicas e que me parecem interessantes. Falo muito da Feira do Livro porque estou pessoalmente envolvida, e tento sempre fazê-lo numa perspectiva pessoal, porque este é um blogue pessoal. O que me pede é uma informação institucional e é por esse motivo que não a posso dar aqui, não porque seja segredo ou coisa do género. Compreende?

    Quanto à poupança, e numa perspectiva pessoal, só lhe posso dizer que tive a preocupação de conter e reduzir o orçamento face ao ano anterior, mas os números são públicos e constam das actas de reunião de câmara.

    Enquanto bibliotecária devo acrescentar que trazer os livros para perto das pessoas, colocá-los incontornavelmente no seu caminho é uma das prioridades do nosso trabalho.

    E já agora, no seguimento da conversa, confesso que hesitei muito em publicar este post aqui. Foi redigido para o blogue da biblioteca, o Semeando Leituras, e acabei por reproduzi-lo aqui porque achei que quanto mais divulgação melhor, mas foi uma das situações em que hesitei muito, por estar a armar-me em porta voz da organização...

    ResponderEliminar