segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Literatura e liberdade

Albert Camus, escritor e filósofo nascido na Argélia (então colónia francesa) em 1913, morreu a 4 de Janeiro de 1960. Em conjunto com Jean-Paul Sartre, com quem teve uma boa amizade até 1952, foi um dos principais representantes do existencialismo francês. Como tal, influenciou de modo decisivo o sentimento vital e a concepção do mundo da geração de intelectuais rebeldes da época do pós-guerra.

Camus expõe a sua filosofia sobre o absurdo da existência humana no ensaio O Mito de Sísifo (1942) e no romance O Estrangeiro (1942), que assumiram o status de escritos programáticos.

Camus afirma que as pessoas procuram incessantemente o sentido da existência numa vida que, na realidade, carece de sentido e na qual só é possível ganhar a liberdade e a felicidade com a rebelião.

O romance A Peste (1947) é uma alegoria da ocupação alemã e da condição humana. A dimensão política desse romance, um dos mais lidos do pós-guerra, aprofunda no que é extrapolável a qualquer situação de resistência política, que, do ponto de vista de Camus, tanto podia ser a resistência francesa como o movimento de libertação argelino contra a França. Em 1954, Camus tentou em várias ocasiões actuar como mediador no conflito da Argélia.

Foi-lhe atribuído o Prémio Nobel da Literatura em 1957.

Títulos e edições disponíveis na Biblioteca Municipal:

A morte feliz. Lisboa : Livros do Brasil , [s.d.]. (Autores de sempre) ; Cadernos de Albert Camus)


A peste. Lisboa : Livros do Brasil , [s.d.]

A peste. [Lisboa] : Bibliotex , 2003. (Prémio Nobel) . ISBN 84-96180-07-7

A queda. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

A queda. Lisboa : Livros do Brasil , [s.d.]

Cadernos. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

Calígula ; O equívoco. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

Calígula. Lisboa : Livros do Brasil , [s.d.]. (Livros do Brasil)

Cartas a um amigo alemão. Lisboa : Livros do Brasil , 1972. (Autores de sempre)

Estado de sítio. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

Estado de sítio. Lisboa : Livros do Brasil , [1975]. (Autores de sempre)

O avesso e o direito : seguido de discurso da Suécia. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

O estrangeiro. Lisboa : Editores Associados , [1973]. (Livros Unibolso)

O estrangeiro. Porto : Público Comunicação Social , [2003]. (Mil folhas) . ISBN 84-96075-72-9


O estrangeiro. Lisboa : Livros do Brasil , [s.d.]

O exílio e o reino. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

O exílio e o reino. Lisboa : Livros do Brasil , [s.d.]. (Autores de sempre)

Os Justos. Lisboa : Livros do Brasil , [19--]. (Miniatura)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...