sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Provavelmente, a minha música favorita de sempre

Aviso já que o vídeo é um bocado "fatela", mas pelo menos faz-nos lembrar que sobrevivemos aos '80.

Não só nos afectos, mas em todos os aspectos da vida, as acções têm sempre mais significado do que as palavras.

Bom fim-de-semana.



More than words / Extreme

16 comentários:

  1. Zélia, já que o tema de hoje é música e, como tinha prometido desmistificar o meu alegado mau-gosto em relação ao nome que dei ao gato - Karkov - deixo o link da música e aproveito para esclarecer:

    1.Karkov foi o nome escolhido por ser o nome de um dos fundadores e vocalista de um dos meus grupos portugueses favoritos, da actualidade; Infelizmente o Karvov saíu da banda para dar lugar ao Guitshu. Não desgosto mas, pessoalmente, para além de preferir a voz do primeiro, ele era, sem dúvida, a alma da banda;
    2. Para os apreciadores, Karkov também é marca de vodka. Acho que, ainda hoje se discute, se de origem polaca ou russa;
    3. E não...definitivamente, Karkov não era um antigo dirigente comunista da ex: U.R.S.S., como alguns chegaram a temer.
    4. Mau-gosto, mau-gosto, era ter-lhe chamado Tareco afinal, Tarecos há muitos e Karkovs só conheço o meu..!

    Espero que sigam o link e consigam apreciar tanto como eu.

    http://www.youtube.com/watch?v=JJxsOd3hxW4

    Obrigada Zélia.

    AF

    ResponderEliminar
  2. Upssss... era para falar na música favorita.
    A música que colocaste não me desagrada. Até acho que gostava bastante, noutros tempos...
    É assim, música(s) favorita(s), são aquelas intemporais que posso ouvir 1 milhão de vezes e nunca me canso. Como esta...

    http://www.youtube.com/watch?v=ftjEcrrf7r0&feature=fvst

    ResponderEliminar
  3. Tenho a dizer, como adepto das sonoridades mais pesadas da cena Heavy Metal mundial, que esta música é das cenas mais "nhó-nhós" que tenho conhecimento, contudo é uma das músicas mais bonitas que conheço (nós no Metal somos assim, ou 8 ou 80).
    Procura uma música dos Metallica chamada "Mama Said", é simplesmente genial, acho eu!!
    Fica a sugestão!

    ResponderEliminar
  4. "More than words" editada no albúm "Extreme II:Pornograffiti" no ano de 1990 foi cantada originalmente por Gary Cherone e Nuno Bettencourt de origem acçoriana.

    Formação

    Nuno Bettencourt - guitarra, vocal de apoio, piano, teclados, percussão e outros (1985-1996), (2007)e(2009)

    Gary Cherone - vocal (1985 - 1996) e (2009)

    Patrick Badger - baixo e vocal de apoio (1985 - 1996)

    Paul Geary - bateria (1985 - 1994)
    Mike Mangini - bateria (1994 - 1996)

    Discografia

    Extreme (1989)
    Extreme II:Pornograffitti (1990)
    III Sides to Every Story (1992)
    Waiting for the Punchline (1995)
    Saudades de Rock (2008)

    Não aprecio mas concordo com a escolha pefiro Van Halen isso sim era rock a sério.

    ResponderEliminar
  5. Gosto quando vocês discordam de mim mas respeitam a minha escolha. Tem acontecido com frequência aqui no Açucar Amarelo, é muito bom.

    Normalmente, nos blogues, os comentadores "veneram" o autor e tudo o que ele diz como se fossem verdades absolutas ou então carregam as metralhadores de desprezo, ressentimento e frustração e cá vai disto...

    Bom,já que estamos numa de música e especialmente daquelas intemporais que nunca me canso de ouvir, vou fazer outro post com as vossas sugestões e com outra música muito especial para mim e que não tem nada a ver com estas.

    ResponderEliminar
  6. José Francisco16/01/10, 15:20

    Para a AF, coma forma de esclareceres de uma vez por todas a origem do nome do gato sugiro que arranjes mais 6 gatinhos e lhe coloques os nomes de:

    Guitshu
    Valdjiu
    Ary
    Syncron
    Winga
    Zymon

    ResponderEliminar
  7. O segundo comentário também é da Ana Farinho. Zélia, se não fôr muito incómodo, oferece-me outra prenda (pode ser que cole) Já tenho esse cd :)

    Ainda queria referir em relação ao texto anterior, que encontrei uma frase que exprime, exactamente, o que estavas a dizer.

    “À medida que vou envelhecendo presto menos atenção aquilo que os homens dizem. Apenas observo o que eles fazem.” – Andrew Carnegie

    Deixo-te dois links de duas grandes músicas, de uma voz e um estilo inconfundível mas que, infelizmente, faleceu precocemente antes de nos poder deixar interpretações como estas:

    http://www.youtube.com/watch?v=HKnxmkOAj88

    http://www.youtube.com/watch?v=noQH6lyu0sA

    Bom fim-de-semana.

    AF

    ResponderEliminar
  8. Zé, achas que me vou meter noutra?
    A seguir tinha que explicar o Ary:)...Além disso,já não tenho semáforo verde para meter nem mais uma pulga cá em casa. Os nomes continuam a ser mais interessantes que Tareco ;)

    AF

    ResponderEliminar
  9. Corrijo: Deixo-te dois links de duas grandes músicas, de uma voz e um estilo inconfundível mas que, infelizmente, faleceu precocemente antes de nos poder deixar "OUTRAS" interpretações como estas.
    A diferença que faz a falta de uma palavra. Sem ela, estar vivo não seria o contrário de estar morto, como fez questão de dizer alguém que dispensa apresentações.A frase já se tornou universal.
    Será que é desta? Até Julho...

    ResponderEliminar
  10. . então e eu não tenho direito a uma musicazinha ????

    Lixo Tóxico

    ResponderEliminar
  11. Zélia,
    parece-me que o seu público até tem algum gosto musical. Já pensou num blog alternativo com vídeos de músicas pedidos? Assim, de repente, até me apetecia dedicar algumas músicas a certas pessoas.
    Fiquei curiosa sobre os gostos musicais do Lixo Tóxico. O francês do Mário Soares era mais claro (cof cof cof) mas esta vai dedicada ao LT, especialmente pela ironia do título.

    http://www.youtube.com/watch?v=fsJVUKomQdA

    BB

    ResponderEliminar
  12. À Zélia, por ser autora do blog, e à BB pelo desafio, aqui fica o repto de no próximo baile da pinha dos Amarelos, ou dos Leõs, tanto faz, vou convidar as meninas para um pezinho de dança ao som destas duas "modestíssimas" melodias do Rodrigo Leão.

    http://www.youtube.com/watch?v=4nTBKRGIKQQ

    http://www.youtube.com/watch?v=yiJVNu-6dFc

    ... aconselho-as a ouvirem-nas com auscultadores, não tem nada de xxxx, mas para tirarem partido da sonoridade.

    Boa audição.

    Lixo Tóxico

    obs) BB ouvi a sua música, não é bem o meu género, mas oiço.

    ResponderEliminar
  13. Rodrigo Leão é muito bom compositor não haja dúvida nenhuma sobre isso.E as suas influências nos dois vídeos postados por LT, variam desde o genial Astor Piazzola no caso do tango, até Yann Tiersen e do seu primeiro albúm "Valse des Monstres", que por sua vez fortemente marcado pela música tradicional parisiense.

    São exemplos:

    http://www.youtube.com/watch?v=RUAPf_ccobc

    http://www.youtube.com/watch?v=xqgXHBsXD_E

    J.G. Valente

    ResponderEliminar
  14. Ao J.G. Valente:

    ... e os Jelly Belly tb tocam Rodrigo Leão???

    agora vêm as toxinas ... fiquei admirado de não ter relacionado a música do Rodrigo Leão com o 25 de Abril e fascismo nunca mais, a opressão dos trabalhadores, etc etc ...
    ah ... já me esquecia... isso é só para os discursos oficiais ...

    tss tsss

    LT

    Nota de Rodapé: a parte tóxica é uma patifaria minha ao J.G.Valente, pessoa pela qual tenho estima e consideração.

    ResponderEliminar
  15. Rodrigo Leão não está, para já, nos nossos planos. No entanto nunca se sabe!

    O 25 de Abril, a luta anti-fascista e os direitos dos trabalhadores, mesmo que eu esteja a falar da evolução dos rituais de acasalamento do celacanto ao largo da costa de Madagáscar, estão sempre presentes na minha mente.

    No entanto e neste caso em concreto, não deixei os meus princípios sossegadinhos num canto do meu subconsciente.

    Deitei-os "cá para fora" de uma forma tão explicita, que só lhe faltava uma bolinha no canto superior direito!

    Se não repare:

    A música tradicional parisiense, encontra-se de alguma forma relacionada com a famosa Comuna de Paris. Nomeadamente através da sua posição de rejeição aos compositores austriacos e germânicos, e na aposta na democratização do acesso à música, que acabou por conduzir a, não só, uma enorme difusão, mas sobretudo uma evolução indelével da música popular Francesa.

    Isto para além de, como é óbvio, ser POPULAR e não erudita ou outra coisa qualquer. A música, entenda-se.

    Quanto ao Tango e a Astor Piazzola, basta dizer que o dito era comunista e a sua música foi também uma forma de expressão da sua forma de ver o mundo.

    E finalmente o Rodrigo Leão, pessoa sobre a qual não possuo a menor ideia sobre as suas preferências políticas. Mas com influências destas, está no bom caminho!

    :-P

    J.G.Valente

    ResponderEliminar
  16. rsssssssssss

    ... eu sabia que lá tinha que ir !!!!

    Um abraço.
    LT

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...