quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Ainda a nossa (i)literacia

Somente um em cada cinco portugueses possui nível médio de literacia. O que causa prejuízos directos no potencial de desenvolvimento do país. As conclusões constam de um estudo apresentado na Gulbenkian.
Segundo o relatório realizado pela Data Angel, a pedido dos coordenadores do Plano Nacional de Leitura (PNL) e apresentado ontem na Gulbenkian, apenas um em cada cinco portugueses possui o nível médio de literacia. Na Suécia, a correspondência é de quatro em cada cinco suecos.
Literacia é a capacidade de ler e compreender o que se lê para resolver problemas concretos. Esta aptidão em Portugal, refere o relatório, é muito baixa. "Portugal apresenta os níveis mais baixos de competências de literacia de entre todos os países observados", referiu o coordenador do projecto, Scott Murray.

2 comentários:

  1. E este é o maior dos nossos males...

    Beijo, prima.

    ResponderEliminar
  2. Assim já compreendo as dificuldades sentidas pela maioria dos membros da assembleia em interpretar e analisar os documentos apresentados...
    Não podem fazer os documentos com desenhos?;)
    Bom trabalho

    ResponderEliminar