A ameaça que afinal foi só uma exigência.

Desde ontem que não me sai da cabeça aquela ameaça de demissão de Francisco Assis relativamente à intenção de alguns deputados do Partido Socialista em votar favoravelmente a proposta de antecipação de impostos relativos à distribuição de dividendos proposta pelo PCP . Perdão, não se tratou de uma ameaça. Nas palavras do próprio, foi apenas uma exigência: «O essencial é que o grupo parlamentar do PS comportou-se com sentido de responsabilidade. Foi essa a exigência que eu fiz hoje de manhã ao grupo parlamentar e ele respondeu favoravelmente»

Para um partido que se gaba tanto da liberdade dos seus militantes (conferir o resumo da última sessão da Assembleia Municipal), esta singela exigência não deixou de causar alguns engulhos. «Mesmo os deputados que votaram contra para fazer a vontade a Francisco Assis não compreendem a opção socialista,» quanto mais nós, pobres cidadãos. A verdade é que, tal como António José seguro, eu também achava que «Quando se pedem sacrifícios todos devemos fazer um esforço, na medida das nossas possibilidades. Não é aceitável que os que mais têm possam aproveitar uma situação que, apesar de ser legal, coloca uma questão moral», e que «Desistir da tributação de um imposto extraordinário sobre os dividendos antecipados é contribuir para aumentar as desigualdades sociais, num país que já por si apresenta um enorme fosso entre os mais ricos e os mais pobres.»

De facto, «O que foi decidido não corresponde à matriz do PS».

Quem os viu e quem os vê.

Conferir as citações aqui e aqui.
Resumo da última sessão da Assembleia Municipal aqui.
            

Comentários

  1. André Escoval03/12/10, 17:40

    eheheheheheheheheheheh
    Quem fala assim não é gago!
    E as atitudes ficam para quem as pratica!
    Mais uma vez se vê quem está de que lado...
    Mas mesmo assim não deixa de haver lacaios e vassalos a tentar atirar areia para os olhos da malta... Perdoa-lhes Senhor que não sabem o que fazem!

    ResponderEliminar
  2. Na realidade os deputados já perceberam que quando a gamela é muito agitada, entorna e alguém salta fora...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário