segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Compadrio

Não é má vontade minha, é mesmo a designação dada por um investigador português que realizou um estudo sobre as contratações das empresas públicas em Portugal.

"As nomeações do sector público aumentam significativamente ao longo dos meses imediatamente antes de um novo governo tomar posse. Também aumentam consideravelmente logo após as eleições, mas somente se o novo governo é de uma cor política diferente da do seu antecessor."


Estas e outras conclusões interessantes podem ser lidas aqui.


2 comentários:

  1. E com isso, lá aparece o valor da despesa pública a disparar.
    E como é que os "compadres" resolvem o problema ?
    Aumentam os impostos, cortam nas pensões e nas reaglias sociais.
    Sim, que essa amalgama a que chamam Povo, não pode travar os interesses superiores dos Srs. Compadres.

    Canalha !

    ResponderEliminar
  2. todo uma questão de solidariedade... colocar os pobre boys.

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...