sexta-feira, 25 de março de 2011

Pela primeira vez, estamos de acordo

"Como foi possível fazerem isto ao País", diz José Sócrates enquanto vê as suas medidas de modernidade e eficácia desmoronarem como um castelo de cartas.

Eu também me interrogo, como foi possível a estes socretinos arrastarem-nos para um abismo sem solução? Como foi possível que tivéssemos permitido, serenamente, que isto acontecesse?

 

5 comentários:

  1. De acordo pois! Como foi possível a estes só cretinos artrastarem-nos para um abismo sem solução?

    ResponderEliminar
  2. Já não me surpreendo com nadinha!

    ResponderEliminar
  3. Estamos tramados e sem luz ao fundo do túnel...

    ResponderEliminar
  4. Mas gozavam com Manuela Ferreira Leite (em quem não votei), quando dizia que não tínhamos dinheiro. Na altura, Mário Lino fartou-se de anunciar obras, os salários da FP foram actualizados acima da inflação, Manuel Pinho até decretou o fim da crise...

    ResponderEliminar
  5. Os interesses da imensa "famiglia" mafiosa sugaram, feitos vampiros, as economias dos portugueses e a sua alma. O povo não pode partir para um próximo pleito desanimado, desmotivado e d-e-s-u-n-i-d-o. Fracionado pelo fanatismo partidário.
    Carlos - RJ

    ResponderEliminar

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...